Tecnologia

Segurança na gestão financeira empresarial através da tecnologia

Adotar a tecnologia para a gestão financeira da sua empresa é uma ótima estratégia para o crescimento sustentável do negócio. Saiba mais!

Por Celero
Tecnologia para gestão financeira imagem descritiva
Tempo de leitura: 5 minutos

A tecnologia chegou para ajudar a gestão financeira, tanto pessoal quanto empresarial.

Se você fizer uma breve pesquisa no Google, logo você vai encontrar diversos artigos com listas de aplicativos de gestão financeira com o intuito de ajudar pessoas e empresas a terem maior controle financeiro.

Leia também: 5 dicas para a gestão financeira de pequenos negócios

No entanto, o foco deste artigo, ao contrário da maioria, não será falar sobre finanças pessoais, mas sim, mostrar como a tecnologia impacta na segurança da gestão financeira da sua empresa.

Então, vamos lá!

Tecnologia para gestão financeira imagem descritiva

Precisamos conversar sobre segurança financeira

Antes de tudo, você já parou para pensar que a tecnologia pode ajudar a sua empresa a ter segurança financeira?

Sim, ao adotar a tecnologia no departamento financeiro da sua empresa, você consegue ter acesso à informações que vão desde de saber se haverá alguma reserva em caixa, caso surja algum imprevisto até evitar a falência do seu negócio.

Aproveitando a oportunidade, confira uma pequena lista de como você pode alcançar a segurança financeira empresarial, afinal, o que importa é ter uma saúde financeira plena.

1) Separar as contas pessoais das empresariais

Isso é regra básica, mas alguns empresários insistem em cometer esse erro.

Em primeiro lugar, você precisa separar as contas pessoais das contas da sua empresa.

Ou seja, na prática você deve parar de realizar pagamentos de almoços com a família em restaurantes, compras do mês no mercado e coisas de cunho pessoal com o cartão de crédito da empresa.

Esse comportamento só vai prejudicar as finanças da sua empresa, tornando o processo de gestão ainda mais complexo, já que, depois de um tempo, fica difícil saber com exatidão o que foi gasto pessoal do que foi gasto empresarial.

Então, se você tem esse hábito, pare agora mesmo!

2) Diversificar a carteira de clientes

Outro detalhe que você deve ficar atento é na carteira de clientes.

É muito legal ter clientes fiéis e com o mesmo estilo ou perfil, contudo, investir em apenas um tipo de cliente pode prejudicar o seu negócio, já que você tem uma única forma de gerar receita.

Por isso, diversificar a sua carteira de clientes é algo que deve ficar no seu radar, e uma maneira de fazer isso, por exemplo, é criar produtos ou serviços diferentes para públicos diferentes.

Assim você consegue atrair cada vez mais pessoas interessadas no que você tem a oferecer. Então, observe o seu portfólio de produtos e veja o que você pode incluir ou melhorar para aumentar suas vendas.

Leia também: Gestão financeira: dicas para organizar a sua carteira de clientes

3) Diversificar o portfólio de produtos

Você deve ter percebido que esse tópico está muito ligado ao anterior. Sim, diversificar o portfólio de produtos e serviços é algo que vai ajudar você ter maior segurança financeira.

De novo, é necessário que você não tenha só uma opção disponível, por exemplo: eu vendo apenas pizza de calabresa.

Pense em alternativas assim como pizza de 4 queijos (aqui você pode atrair pessoas que são vegetarianas), pizzas doces (têm pessoas que amam), enfim, inclua outras opções que podem complementar o seu produto/serviço principal.

Você conseguirá fazer essa diversificação de produtos e clientes com eficiência pesquisando no mercado e fique sempre de olho em tendências que podem impactar positivamente o seu negócio.

4) Fazer planejamento financeiro

Uma gestão financeira empresarial não é nada sem um planejamento financeiro eficiente.

É muito importante que todo ano você, ou o responsável pelo setor financeiro, faça o planejamento financeiro da empresa. Só assim você conseguirá ter uma projeção de como será a saúde financeira ao longo do ano.

No planejamento você deve incluir todas as previsões de gastos para todos os setores. Então, fale com os responsáveis de cada setor e anote tudo o que não pode faltar e que será necessário realizar algum investimento.

5) Use tecnologia

Para te ajudar a ter ainda mais agilidade, poucas chances de erros e dados corretos e que podem ser analisados sem medo, uma dica: adote a tecnologia no seu dia-a-dia.

Como dissemos no início deste artigo, em uma rápida pesquisa online é possível descobrir uma série aplicativos que auxiliam na educação financeira pessoal, no entanto, com as finanças empresariais não é diferente.

Existem diversas plataformas e software com o fim de facilitar a administração de um setor financeiro completo.

As opções tecnológicas vão desde a boa e velha planilha do excel até plataformas de ERP, controle de caixa, etc. Elas podem ser online ou, às vezes, é necessário baixar um programa, mas todas têm uma coisa em comum: elas vieram para facilitar a sua vida.

Com essas 6 dicas, você será plenamente capaz de ter uma segurança financeira para o seu negócio permanecer funcionando caso um imprevisto apareça.

Agora, vamos falar mais sobre tecnologia para gestão financeira empresarial.

Como a tecnologia para gestão financeira pode ajudar uma empresa?

A tecnologia na gestão financeira se desdobra em questões de segurança por meio da diminuição de erros, agilidade de pagamento, controle financeiro, maior produtividade e dados acessíveis e protegidos.

Em seguida nós vamos falar melhor sobre cada ponto:

  • Chances menores de erros: sistemas online ou software são desenvolvidos a partir de uma base de dados pré-existente e por robôs inteligentes. Como os cálculos não ficam a cargo de um ser humano, as chances de erros acontecerem por conta de cansaço ou falta de atenção caem bastante;
  • Agilidade no pagamento: quase todo mundo está familiarizado com o internet banking e aplicativos de bancos. Não é lindo quando você descobre a praticidade de realizar pagamento por esses meios digitais? Depois que você se acostuma, você nunca mais quer colocar o pé em uma agência bancária de novo. E o melhor: tudo é feito de forma segura e com facilidade;
  • Controle financeiro: saber tudo o que acontece em um departamento financeiro é essencial, visto que é uma área que tem grande influência no crescimento de uma empresa e, ao invés de separar tudo em planilhas, a tecnologia permite que você centralize e visualize todas as informações necessárias em um só lugar, ou seja, em uma única plataforma;
  • Maior produtividade: quando pensamos em usar tecnologia no departamento financeiro de uma empresa, a princípio, não associamos a ideia com produtividade. Mas ela proporciona essa vantagem, já que o responsável pelas finanças gastará menos tempo realizando as tarefas necessárias e poderá focar em outras atividades que também visam o crescimento da empresa;
  • Dados acessíveis e protegidos: as plataformas online e softwares são capazes de organizar os dados financeiros do seu negócio de uma maneira que você dificilmente conseguiria. Portanto, quando você precisar analisar essas informações ou acessar alguma informação relevante o processo será muito mais rápido, sem falar que os dados ficaram protegidos, sem correr o risco de serem perdidos ou esquecidos.

E essa é uma pequena lista do que tecnologia para gestão financeira pode proporcionar para uma empresa que está pensando em reestruturar o seu setor financeiro.

Como você deve ter visto, os benefícios são vários. Em resumo, a tecnologia proporciona um mix de segurança e agilidade, dois pontos que são muito valorizados atualmente.

Celero: plataforma de automação financeira para pequenas & médias empresas

A plataforma da Celero é bem simples de entender, basicamente você pode automatizar todo o fluxo de caixa de uma empresa, emitir notas fiscais e boletos, cadastrar documentos em poucos segundos.

Assim como programar o pagamento de contas, projetar o crescimento da sua empresa e ter todas as praticidades mencionadas neste artigo.

Para saber mais sobre a Celero, basta clicar neste link.