Materiais gratuitos

Revenda: aprenda como comprar para revender

Quer começar uma revenda, mas ainda não sabe como revender ou quais são os melhores produtos para revenda? Preparamos um material para te ajudar!

comprar-para-revender
Tempo de leitura: 4 minutos

A revenda de produtos é uma ótima oportunidade de negócio e garante uma renda extra ou mesmo a principal. Isso porque todos precisamos fazer compras, seja para suprir necessidades básicas, para deixar a rotina mais prática ou presentear alguém. Como o consumo é necessário, apostar em comprar para revender pode ser um ótimo negócio!

Isso, é claro, com alguns cuidados. Para que o negócio prospere e você tenha retorno do valor investido, é preciso prestar atenção em alguns pontos antes de começar. Veja 7 dicas:

1- Preste atenção nas tendências de consumo

O mundo dos negócios também tem momento certo para investir em determinado segmento ou produto. Para sua revenda prosperar, invista em um produto que seja tendência – assim, as pessoas já sabem o que é e ele já está na mente quando o assunto é consumo. Se o produto está saindo da moda, pode ser que elas já tenham comprado ou que a vontade de comprar esse produto já tenha passado.

2- Invista em segmentos campeões de venda

Além de pensar no produto, considere também o segmento em que ele está inserido. Alguns nichos, como mercado de beleza e de vestuário, são campeões de venda. Não é uma regra apostar neles, mas eles dão maior garantia de sucesso.

3- Conheça o gosto dos seus clientes

Com o segmento de produtos escolhidos, converse com os seus clientes para conhecer melhor o gosto deles e ter no seu estoque produtos que eles gostariam de comprar. Depois da compra, faça um pós-venda: pergunte para o seu cliente o que ele achou do produto, pegue impressões e sugestões. Isso vai ajudar a ter novas vendas para a mesma pessoa, que vai gostar da sua atenção, e também com outros clientes, já que você vai ter novos argumentos no seu discurso de vendas.

4- Tenha uma margem de lucro adequada

A ideia da revenda é ganhar dinheiro sobre o produto que você vai vender, por isso é importante saber o valor de cada produto e o quanto você vai agregar nele. Dependendo do produto, é possível multiplicar o valor em até 5 vezes, mas, para ter mais competitividade, multiplique por 2 na revenda. Para calcular a margem de lucro, além do valor do produto, considere as despesas do seu negócio, como logística e espaço físico.

5- Tenha uma reserva financeira

Na hora de investir na compra dos produtos, deixe uma parte do seu dinheiro reservada para situações inusitadas. Ter um fluxo de caixa estruturado ajuda a manter em dia a saúde financeira do seu negócio, mas imprevistos sempre acontecem e é importante ter uma reserva.

6- Divulgue e aproveite as datas comemorativas

Produtos comprados!Agora é hora de atrair clientes. Divulgue nas suas redes sociais, mostre para o pessoal da vizinhança, esteja presente em momentos e lugares de circulação – principalmente nas datas comemorativas, momento especial para promoções e descontos.

7- Tenha metas de compra e venda

Deixe claro o que você espera com o seu negócio em termos financeiros, como percentual de retorno e quantidade de vendas. Assim, você consegue acompanhar mês a mês como está o seu negócio em relação ao esperado, ter previsão para o próximo mês, entender quais os produtos favoritos dos seus clientes, ativar os seus fornecedores e pensar em ações para o próximo mês – como aumentar a compra de um produto e oferecer promoções de outro.

O que comprar para revender?

Se você quer revender produtos que dão lucro maior e têm estabilidade de vendas, pense em investir em um dos seguintes itens:

Como começar a revender?

Ficou ainda mais interessado em revenda e quer começar a comprar para revender? Pense primeiro no que você pode se sair bem vendendo e na sua rede de contatos – a revenda começa com pessoas que a gente conhece, então, é importante saber de quais grupos elas participam e quais são os interesses delas para escolher um produto. Por exemplo, se você participa de um grupo de mães, vender artigos infantis pode ser uma boa opção.

Escolheu um produto? Hora dos cálculos! Papel e caneta na mão, veja o quanto você tem disponível para investir na revenda e o quanto espera de retorno em determinado tempo. Comece com uma quantidade pequena para fazer um teste e, depois que tiver alguns resultados, amplie a quantidade. 

Não se esqueça de escolher bons fornecedores. Essa etapa é importante para o funcionamento do seu negócio. Opte por fabricantes, lojas ou representantes dos quais você tenha indicações de outras pessoas que trabalham com eles e gostam, que forneçam contrato de venda, entreguem no prazo e tenham produtos de qualidade. 

Com os produtos em mãos ou chegando no seu endereço, é hora de divulgar para vender! Para estabilizar as vendas rapidamente, evite vender fiado – é melhor as pessoas pagarem com desconto antes do prazo previsto do que ficarem de pagar depois e você correr o risco de ficar no prejuízo. Se uma pessoa falou que tem interesse em um produto, você pode enviar um link de pagamento para ela, assim ela faz o pagamento na hora. Com a Juno, você cadastra os seus produtos e gera links de pagamento para cada um deles e, na hora de cobrar seus clientes, é só compartilhar o link e aguardar nossa notificação de pagamento. Assim eles podem pagar no boleto ou no cartão de crédito.

A cada final de mês, você pode gerar um relatório de pagamentos para entender qual produto teve mais saída e conciliar com seu relatório de previsão de vendas, assim fica fácil de identificar novas oportunidades e traçar uma estratégia de vendas para o próximo mês.

Com as dicas você vai ter sucesso em comprar para revender. Boas vendas! 😀

Leia também:
Revender perfumes importados: como começo?
Como ter renda extra todo mês?
6 ideias para ganhar uma renda extra no final do mês