Materiais gratuitos

Como uma régua de cobrança ajuda a reduzir a inadimplência?

Entenda para que serve uma régua de cobrança e como ela pode ajudar na redução dos índices de inadimplência da sua empresa.

como-uma-regua-de-cobranca-ajuda-a-reduzir-a-inadimplencia
Tempo de leitura: 3 minutos

Chegamos então ao texto final da série sobre inadimplência. Se você ainda não leu os primeiros conteúdos, segue os links:

1. Quais as principais causas de inadimplência?
2. Como cobrar um cliente inadimplente?

Nosso principal objetivo hoje é falar sobre um dos principais instrumentos para a redução de inadimplência: a régua de cobrança

Falamos anteriormente sobre as causas de inadimplência, onde uma das principais se tratava justamente da falta de organização e controle.

Por isso a necessidade de montar uma régua de cobrança, e se você quiser saber como montar uma na sua empresa, basta clicar aqui.

O que é uma régua de cobrança?

A régua de cobrança é uma sistemática de comunicação com o cliente feita com cadência previamente definida, buscando evitar que o cliente acabe se tornando inadimplente por esquecimento.

Ela não precisa necessariamente ser automatizada, você pode ter um funcionário que faça esses controles e comunique os clientes quando necessário, mas já adianto: não é a forma mais eficaz nem a mais barata.

Resumindo: a régua de cobrança é uma regra que você define para falar com o seu cliente quando houver um pagamento a ser realizado ou vencido.

Exemplo de uma régua de cobrança:

  1. Disparo de SMS: Com 7 dias antes do vencimento, vou lembrar o cliente que a data de vencimento está próxima e oferecer um desconto de 5% para pagamento antecipado.
  2. Disparo de Email: No dia do vencimento, vou disparar um email com o boleto e o código de barras, para além de relembrá-lo, facilitar o pagamento.
  3. Disparo de Email: com um dia de atraso, vou enviar outro email com o tema: “Puxa, imaginamos que tenha esquecido, mas venceu ontem o prazo para pagamento”, já com o boleto atualizado.
  4. Ligação telefônica: com uma semana de atraso vou fazer uma ligação telefônica para perguntar se houve algum problema com o serviço/produto, para entender o lado do consumidor.

Acima temos um exemplo de uma régua de cobrança simples, aplicável por qualquer empresa.

Como fazer isso de forma automática e regular?

Alguns serviços de pagamentos já oferecem toda essa estrutura pra você, sem a necessidade de desenvolver uma estratégia própria, afinal tudo isso toma um tempão e a nossa rotina como empresário já nos ocupa boa parte dele, não é mesmo?

É o caso da Juno mesmo, que cuida de toda essa parte de lembretes para o seu cliente, enviando emails relembrando-o das datas de vencimento e já com o boleto para pagamento.

“Por que isso é tão importante na redução da inadimplência?”

Vamos citar aqui alguns motivos pelos quais a régua de cobrança é tão importante.

1. Tempestividade

Existe um elemento fundamental na cobrança.

A tempestividade.

Algo tempestivo é algo que ocorre no momento oportuno, no momento certo.

E o momento certo da cobrança é: antes.

Como assim?

Quanto antes melhor.

A cada dia que passa, estatisticamente perde-se uma chance de recuperação daquele valor.

Ora, se sabemos da importância do tempo, não podemos nos dar ao luxo de esquecer de cobrar um cliente, deixando passar alguns dias e até mesmo algumas semanas.

E isso por mais absurdo que pareça, acontece diariamente.

Por isso a importância de automatizar esse processo, assim elimina a hipótese do esquecimento/erro humano, reduzindo drasticamente as taxas de inadimplência.

2. Profissionalismo

O esquecimento de cobrar, além de perder o fator tempo que falamos anteriormente, demonstra uma falta de organização e profissionalismo.

Essa sensação transmitida ao cliente pode prejudicar não somente esse pagamento em específico, mas toda a imagem construída pela sua empresa.

“Poxa, se esses caras não se organizam na parte financeira que é o principal de uma empresa, como que vão prestar um bom serviço para mim?”

É o que o subconsciente fala na cabeça do seu cliente.

3. Regularidade

Ter uma regularidade é outro fator fundamental, às vezes o cliente não recebeu o email num bom momento, esquece mais uma vez e a conta fica lá.

Com a régua de cobrança isso não acontece, afinal ele é relembrado diversas vezes em canais diferentes.

Se for automatizada, melhor ainda, pois quando depende de alguém, imprevistos podem acontecer.

É um dia que o funcionário responsável fica doente, uma reunião durando mais que o planejado, enfim, deixe o trabalho repetitivo para as máquinas.

Chegamos então ao fim da série sobre inadimplência feita pela Monest em parceria com a Juno, tenho certeza que se você começar a aplicar essas técnicas em sua empresa, os resultados devem começar a aparecer rapidamente.