Quanto custa o Pix e como funcionam suas tarifas?

Foto de Time Juno
Por Time Juno
6 min de leitura
14/01/2022

Depois de tanto ouvir falar no Pix e em todas as vantagens que o novo sistema de pagamentos instantâneos Banco Central oferece, a grande questão é quanto vão custar as operações realizadas com ele. Você fica sabendo agora no artigo a seguir!

Desde o seu lançamento, o sistema de pagamentos instantâneos do Banco Central, mudou o jeito com que os brasileiros movimentam o seu dinheiro. Mas você sabe quanto custa o Pix?

Uma das principais promessas do Pix era de ser um meio de pagamento mais em conta dos já existentes no mercado. No entanto, a determinação de taxas do sistema do BC fica a critério de cada instituição financeira que oferece o Pix.

Isso faz com que o preço das tarifas do Pix tenham variações em cada banco ou fintech em que está disponível para os usuários. Nos bancos tradicionais, por exemplo, as taxas para transferência entre terceiros custam em média R$1,50, podendo custar até mais do que este valor. Para recebimentos via Pix em bancos, as taxas máximas podem chegar até R$ 150,00.

Você sabe onde encontrar preços mais competitivos nas taxas do sistema de pagamentos instantâneos do BC? Confira agora quanto custa o Pix na Juno!

Quanto custa o Pix na Juno?

Imagem ilustra quanto custa o Pix
Shutterstock

O Pix é, de fato, tudo isso e mais um pouco! Além de toda a velocidade e disponibilidade, as taxas do Pix para quem vende, podem ser consideravelmente mais baixas. Se você estava acostumado a vender por boleto ou a receber por transferências como TED e DOC, prepare-se para aumentar a sua margem de lucro!

Confira, na tabela abaixo, os valores do Pix na Juno:


Pessoa FísicaCNPJ individual (MEI, EI, EIRELI etc)CNPJ comum (LTDA, SA etc)
Pagamento por QR estático ou dinâmicoSem custoSem custoSem Custo
Transferir por inserção manual ou Chave PixSem custoSem custoR$ 1,50
Receber via QR estáticoSem custoSem custoSem custo
Boleto Pix (QR dinâmico)R$ 2,90R$ 2,90R$ 2,90
Emissão de cobrança via QR dinâmicoR$ 1,50R$ 1,50R$ 1,50

O mercado financeiro antes do Pix

Agora que entendemos como é o cenário desde o lançamento do Pix do Banco Central, também é importante conhecermos como o mercado de pagamentos funcionava antes desse sistema chegar para os brasileiros.

Até então, as transferências entre contas bancárias sempre foram realizadas via TEDs e DOCs. E os pagamentos de contas eram feitos por boleto bancário, cartões de crédito e débito, transações físicas e online e até mesmo em dinheiro.

Porém, a chegada do Pix tem alterado significativamente este cenário. Preparamos um resumo desse ecossistema de pagamentos no quadro abaixo. Assim, você pode ver as diferenças com bastante clareza. 


PIXTEDDOC Cartão de débitoCartão de crédito
CompensaçãoImediataAté 30min01 dia útila partir de 1 dia útilEm 2, 14 ou 31 dias úteis
FuncionamentoTodos os dias, a qualquer hora6h30 às 17h em dias úteis0h até 21h30Todos os dias, a qualquer horaTodos os dias, a qualquer hora
Chave PixSimNãoNãoNãoNão
É reversível?Todas as transações confirmadas são finaisNãoDentro da janela de liquidaçãoNãoSim (processo de chargeback)
Quanto custa?Veja a tabela acimade R$ 8 a R$ 16de R$ 5 a R$ 15em média 3%em média 3,6%

O que é preciso para usar o Pix no meu negócio?

Imagem ilustra QR Code para explicar quanto custa o Pix
Shutterstock

Agora que você já sabe quanto custa o Pix, que tal começar a movimentar as vendas da sua empresa com o meio de pagamento mais rápido do mercado? Para cobrar os seus clientes pelo Pix, é preciso criar ao menos uma Chave Pix. É por meio dessas chaves que o BC identifica o endereço bancário do seu negócio e valida suas transações.

As Chaves Pix podem ser criadas a partir dos seguintes dados:

  • CNPJ/CPF
  • E-mail
  • Telefone
  • Chave aleatória

Preparamos um vídeo para explicar como cadastrar a sua Chave Pix com a Juno, é só dar o play para conferir:

O propósito do Pix sempre foi o de trazer mais praticidade para os brasileiros e, justamente por isso, suas transações acontecem por meio smartphones e tablets, sempre nos aplicativos das instituições financeiras participantes do sistema.

No App Juno, você encontra um ambiente inteiramente dedicado ao Pix, onde você pode criar cobranças pelo sistema de pagamentos instantâneos do Banco Central, transferir dinheiro e pagar contas do seu negócio. Ainda não baixou nosso app? Ele é gratuito, sem mensalidade e está disponível nas versões Android e iOS!

As cobranças pelo Pix são criadas por meio de QR Codes, que podem ser estáticos ou dinâmicos:

QR Code estático 

Você pode usar o QR Code estático em múltiplas transações financeiras, sendo um tipo de código criado para compartilhar. Isso quer dizer que ele pode ser usado para vendas de produtos que têm o mesmo preço ou ainda para dividir valores entre mais de uma pessoa.

QR Code dinâmico 

Já o QR Code do tipo dinâmico é a opção para criar cobranças mais tradicionais. Esse código vai conter informações mais completas sobre o que está sendo cobrado e pode estar associado a um boleto, pelo Pix Cobrança.

O seu negócio já está pronto para aumentar as vendas pelo Pix? Na Juno, você tem a sua disposição a conta PJ mais completa para movimentar seu dinheiro e vender por Pix ou boleto bancário.

Ainda não é JunoAbra sua Conta Juno em até 6 minutos e comece a mudar a história do seu negócio com a gente!

Veja também: