Funcionalidades

Qual a diferença de uma conta bancária tradicional e conta digital

Contas digitais têm conquistado seu lugar ao sol no mercado financeiro brasileiro. Ainda que tenham funções semelhantes a de de contas correntes tradicionais, esse tipo de conta é menos burocrática. Conheça todas as diferenças entre elas!

Conta Digital imagem descritiva
Tempo de leitura: 5 minutos

O termo conta digital tem ganhado cada vez mais abrangência no mercado financeiro do Brasil. E não foi apenas o conceito desse tipo de conta que mudou a dinâmica nesse cenário. Uma pesquisa realizada em 2020 pela empresa global de tecnologia Fiserv, revelou que um quinto da população brasileira possui conta digital, total que representa 20% da população ou aproximadamente 40 milhões de pessoas.

Com números tão expressivos, não é difícil pontuar motivos pelos quais esse tipo de conta tem se tornado uma verdadeira preferência nacional. Mas o que diferencia uma conta digital de uma tradicional? 

Também chamadas de contas correntes, as contas tradicionais são mais burocráticas desde o momento de sua criação e em todas as etapas em que o usuário necessita ter contato direto com o banco para realizar transações e movimentar o seu dinheiro. 

Do outro lado dessa moeda, o cliente de uma conta digital tem todo o processo acontecendo de forma online, o que elimina atritos com instituições financeiras e otimiza a rotina financeira do usuário. 

Neste artigo, você conhece as principais diferenças entre esses dois tipos de conta, visualizando qual delas se adequa melhor às suas necessidades financeiras. Vem conferir!

O que é uma conta tradicional?

As contas tradicionais são mais conhecidas no mercado pelo nome de conta corrente. Elas servem para que o usuário movimente o seu dinheiro no dia a dia de diversas formas, como por meio de transferências, saques, depósitos e até mesmo investimentos

Esse tipo de conta pode ser gratuito ou então apresentar as chamadas taxas de manutenção, isso vai depender da instituição financeira que as oferece. Outro fator importante é que ela pode ser tanto individual quanto conjunta.

Para abrir uma conta dessas o cliente precisa necessariamente se deslocar à uma agência bancária e levar fisicamente uma série de documentos. 

Isso é só o processo de abertura da conta, quase todas as transações e operações vinculadas a esse tipo de conta vai exigir esse tipo de deslocamento, ainda que a maioria das instituições conte com Internet Banking, o que permite que o cliente realize algumas das operações online – mas isso não a torna uma conta digital propriamente dita.

Com uma conta corrente é possível:

  • Utilizar o Internet Banking para checar extrato, transferir dinheiro e pagar boletos;
  • Ir até uma agência local ou caixa eletrônico quando for realizar saques e depósitos;
  • Contar com um app na maioria das instituições, que fica vinculado à agência e sujeito ao desbloqueio na mesma toda vez que o usuário trocar de aparelho;
  • Fazer compras com um cartão de crédito ou débito;
  • Utilizar cheques.
Conta Digital imagem descritiva

O que é uma conta digital?

O que diferencia as contas digitais das tradicionais é que todas as suas operações e movimentações acontecem de forma virtual, sem que precise existir o intermédio de uma agência bancária ou caixa eletrônico. 

Isso significa que todo o contato do cliente com a conta é feito pela internet, desde a abertura, transferências e pagamentos, até mesmo utilizar o SAC (Serviço de Atendimento ao Consumidor) e fechar a conta, tudo isso por meio de um site ou app.

As contas digitais se tornaram alternativas muito menos burocráticas para os usuários, oferecendo a possibilidade de abrir e operar uma conta de qualquer lugar, a partir de um dispositivo móvel como um smartphone, por exemplo.

Outro fator que torna esse tipo de conta tão popular é que, em sua maioria, elas disponibilizam tarifas mais baixas do que as oferecidas por contas tradicionais, justamente por operar em um sistema totalmente online.

Esse cenário promissor fez os bancos tradicionais adaptarem às habituais contas correntes à versões digitais. Isso significa que, atualmente, quase todas as instituições financeiras oferecem contas neste formato. Mas vale lembrar que para uma conta ser considerada realmente digital no mercado financeiro é necessário que todos os seus processos aconteçam online.

Duas características que são comuns a uma grande parcela das contas digitais são os aplicativos e também o fato de não existir taxa para abri-las ou mesmo mensalidade. Ainda que esse seja o caso para a maioria dessas contas, não é uma regra de funcionamento. As contas digitais podem funcionar por meio de sites e oferecer tarifas mais competitivas as seus clientes.

Leia também: O que é uma conta digital?

Como funciona uma conta digital?

No dia a dia dos usuários, uma conta digital tem um funcionamento semelhante ao de uma conta convencional. Em contas digitais, é possível realizar operações como:

  • Guardar e movimentar dinheiro;
  • Pagar contas;
  • Realizar e receber transferências bancárias;
  • Depositar dinheiro;
  • Realizar saques;
  • Acompanhar o extrato financeiro.

A maioria das instituições financeiras que possuem conta digital, oferece um cartão, que pode ser pré-pago, de débito ou crédito, com o objetivo de que os clientes movimentem o saldo de suas contas.

Quais são suas vantagens?

As contas digitais são muito práticas e descomplicam a rotina financeira dos usuários. Conheça suas principais vantagens:

Menos burocracia

Até alguns anos atrás, pensar em realizar qualquer operação financeira significava precisar se deslocar até uma agência bancária ou ainda um caixa eletrônico, como opção mais rápida e limitada para algumas movimentações específicas da conta. 

Desde a criação das contas digitais, esse cenário mudou e ganhou uma dinâmica completamente diferente. Hoje, os usuários dessas contas não precisam mais do espaço físico de uma agência, o que significa que não precisam mais perder alguns minutos ou até mesmo horas em grandes filas. 

A partir da conta digital todas as movimentações se tornaram menos burocráticas, o que aproximou a população de serviços financeiros.

Economia

Por contarem com uma operação toda online, as contas digitais oferecem tarifas mais baixas do que as tradicionalmente disponíveis no mercado financeiro. Muitos serviços oferecidos por esse tipo de conta não acarretam custo algum para os usuários, dependendo da instituição financeira. 

Fácil acesso

Por serem criadas para o meio digital, essas contas possuem interfaces, tanto no formato de plataforma quanto em aplicativos, muito intuitivas e fáceis de usar. Além disso, a maioria das instituições disponibiliza uma central de ajuda direto no app, que visa auxiliar os clientes em eventuais dúvidas que possam surgir.

Segurança 

Desde 2018, vigora a Resolução nº 4658, publicada pelo Conselho Monetário Nacional, que regulamenta e fiscaliza a operação digital dos bancos. Instituições de Pagamento autorizadas pelo Banco Central, como a Juno, também são regulamentadas e fiscalizadas para garantir a segurança de todas as transações realizadas.  

Leia também: Entenda porque a tecnologia da Juno é segura

Para se adequar às novas regras, foi necessário que as instituições financeiras elaborassem uma rígida política de Segurança da Informação e segurança cibernética, que cumprem diversos requisitos relacionados ao armazenamento de dados. 

Leia também: O que é a LGPD e como ela afeta a sua empresa?

Controle financeiro

Os aplicativos desenvolvidos para contas digitais, em sua maioria, disponibilizam relatórios e extratos, pelos quais o usuário pode acompanhar suas finanças de qualquer lugar, sem precisar sair de casa, pois a mobilidade é uma das grandes vantagens de não depender de agências bancárias.

As contas digitais surgiram para descomplicar a rotina financeira dos usuários e oferecer produtos cada vez mais adequados às necessidades de um público que busca agilidade e praticidade.

A Conta Juno agora é digital

A partir de agora, a sua Conta Juno é uma conta digital. Isso significa que vai poder movimentar o seu dinheiro com a Juno, sem precisar de outros bancos. É isso mesmo, ao acessar a sua conta, tanto pela plataforma quanto pelo App Juno, você já vai ter acesso ao seu Código Bancário 383, com agência 0001! 

Veja tudo que sua Conta Digital Juno oferece:

Centralização de recebíveis

  • Receber TEDS;
  • Preço por TED abaixo do padrão dos bancos tradicionais;
  • Extensão do horário para transferências: ao transferir até às 19h, o dinheiro; cai na mesma hora.

Desburocratização dos serviços bancários

  • Comunicação com qualquer instituição da rede financeira nacional;
  • Comprovantes automáticos.

Pix

A partir do dia 16 de novembro, você já poder utilizar o Pix, o novo sistema de pagamentos instantâneos do Banco Central direto na sua conta digital da Juno! A gente tá animado por aqui e você? 😀 

Saiba mais sobre o Pix neste artigo que preparamos para você.

É melhor do que um banco, é a Juno! Acesse a sua Conta Juno agora e descomplique ainda mais a sua rotina financeira!

Quer continuar essa conversa? Fale com a gente pelas nossas redes sociais @tamojuno 🤟