Meu negócio

Principais indicadores de vendas para provedores de internet

O mercado de ISPs regionais tem crescido exponencialmente no Brasil desde 2019. Para acompanhar esse crescimento, separamos os principais indicadores de vendas para provedores de internet. Confira!

Indicadores de vendas imagem descritiva
Tempo de leitura: 4 minutos

O mercado de provedores de internet é um dos que mais cresce no Brasil atualmente. Em fevereiro deste ano, a ABRINT (Associação Brasileira de Provedores de Internet e Telecomunicações) publicou um estudo que previa um crescimento entre 20% e 30% para os ISPs regionais.

Segundo a Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações), os provedores regionais fecharam 2019 com 9,88 milhões de conexões realizadas, 32,5% a mais que no ano anterior. A marca os tornou o principal grupo provedor de internet nessa modalidade.

Se o cenário já era muito promissor para o mercado de ISPs no começo do ano, o contexto de recomendações de isolamento social da OMS (Organização Mundial da Saúde), por conta do risco de contágio do novo coronavírus, trouxe ainda mais oportunidades para os provedores regionais. 

Leia também: Estratégias para que o seu provedor de internet continue crescendo

Ainda que muitos setores da economia estejam enfrentando uma das piores crises da história recente da economia, a conta é simples: muitas linhas de negócio conseguiram se adaptar para o regime de trabalho conhecido como home office, somado a isso tem os alunos em casa, por conta das escolas e universidades fechadas, e profissionais autônomos que também conseguiram se adequar à nova realidade. 

Se antes o consumidor usava pouco a internet em casa, em 2020 esse mercado ganhou uma nova dimensão. Nesse sentido, ISPs contam com uma vantagem competitiva única e um papel fundamental para levar conexão de internet à regiões mais afastadas. 

Com todo esse potencial ainda maior de crescimento, é fundamental estabelecer metas de vendas para o seu provedor, para garantir que a evolução nos negócios aconteça de forma sustentável e sólida. No entanto, criar essas metas não se resume a estabelecer números aleatórios que devem ser alcançados pelos colaboradores. Uma boa forma de criar uma estratégia de vendas para ISPS é a partir de indicadores de vendas.

Leia também: O que são KPIs e como eles podem ajudar o seu negócio?

Confira os principais KPIs de vendas para provedores de internet e garanta um crescimento saudável!

Indicadores de vendas imagem descritiva

Os principais indicadores de vendas para provedores

Ticket médio

O ticket médio é um dos indicadores de vendas mais importantes de uma empresa. É esse dado que mostra o desempenho do provedor para o mercado e também diz muito sobre seu faturamento, pois mostra o valor médio de vendas por cliente.

Conhecer a fundo esses números permite que a gestão ofereça novos produtos e promoções, como descontos progressivos, combos de serviços, entre outras.

No painel de relatórios da Juno, você tem acesso ao ticket médio das suas vendas de uma forma descomplicada, além de acessar o valor médio das cobranças pagas pelos seus clientes. 

Taxa de conversão

A taxa de conversão avalia a eficiência da equipe, afinal é por meio desse indicador de vendas que é possível identificar quantas oportunidades geradas foram de fato convertidas em negócios. 

CAC

O Custo de Aquisição de Clientes (CAC) mostra quanto um negócio está investindo para conquistar cada cliente. Para calcular o CAC, basta dividir a soma dos investimentos para adquirir um cliente, pelo número de clientes conquistados em um determinado período.

Esse é um dos indicadores de vendas para provedores que merece atenção, pois ele traduz o desempenho do negócio em termos financeiros. Se o Custo de Aquisição de Clientes for maior do que o Ticket Médio, por exemplo, significa que o provedor está gastando mais na aquisição de clientes do que os clientes em compras.

Número de leads

Um lead é um cliente em potencial, ou seja, aquela pessoa que tem interesse em seu produto ou serviço, mas que ainda não foi convertida em cliente. Uma boa prática para elevar esse indicador de vendas é investir em estratégias de marketing digital e acompanhar de perto o funil de vendas, que é o modelo estratégico de consumo que ilustra o percurso teórico que o cliente deve seguir até efetuar a compra de um produto ou serviço.

Número de leads qualificados

Qualificar os leads com eficácia é o primeiro passo para aumentar a taxa de conversão. Mas para que esse fluxo de trabalho funcione é necessário que as áreas de marketing e vendas trabalhem juntas na construção do funil de vendas.

O fluxo funciona da seguinte maneira: o marketing trabalha a nutrição do lead por meio de materiais como e-mail marketing, por exemplo, para que o prospect saia do estágio de descoberta da empresa e chegue ao setor de vendas já na fase de decisão de compra. Dessa forma, a figura do vendedor pode fazer uma oferta direcionada e com com a perspectiva de fechamento de negócio.

Número de negócios fechados

Quantificar o número de negócios fechados em um determinado período é fundamental para estabelecer metas de vendas e identificar se o planejamento financeiro da empresa está saindo como previsto. 

Ao analisar este dado juntamente ao ticket médio, por exemplo, é possível ter uma visão mais ampla do nível de produtividade da equipe de vendas.

Definir e avaliar esses indicadores antes de determinar as metas de vendas é fundamental para entender como a sua equipe está trabalhando e qual é o potencial de otimização dos resultados. 

Além disso, é importante que os colaboradores também conheçam os KPIs da sua empresa de provedor de internet, afinal, eles precisam saber de que forma estão sendo avaliados para que possam melhorar o desempenho e acompanhar o crescimento do negócio. 

Quer continuar essa conversa? Fale com a gente pelas nossas redes sociais @tamojuno! 🤟