Pix, TED e DOC: quais as diferenças entre os tipos de transferências?

Foto de Time Juno
Por Time Juno
12 min de leitura
15/09/2021

Entenda o que é Pix, TED e DOC e descubra quais são as características e regras de cada um dos tipos de transferências de valores.

Com a chegada do Pix, os brasileiros ganharam mais uma opção na hora de fazer transferências de dinheiro. Agora, sempre que você precisar enviar ou receber pagamentos, é possível escolher entre Pix, TED e DOC para realizar uma transação.

Mas o que cada uma dessas siglas significa?

Hoje, a gente vai te explicar o que são e quais as diferenças entre esses três tipos de transferências de valores para te ajudar a definir qual delas é mais vantajosa para o seu negócio. Bora lá?! 😉

O que é TED?

TED é a sigla referente à Transferência Eletrônica Disponível. Criada em 2002 pelo Banco Central, a TED é um tipo de transferência de dinheiro que permite que um valor saia hoje de uma conta e caia ainda no mesmo dia na conta de outra pessoa — desde que a transação seja feita em dias úteis e até às 17h (horário de Brasília). Caso a TED tenha sido feita após esse horário, o valor só vai cair na conta do destinatário no próximo dia útil.

Por padrão, o tempo para efetivar uma transferência via TED é de até 90 minutos. Ou seja, se for 10h da manhã de segunda-feira e alguém fizer uma TED para você, por exemplo, até 11h30 a grana estará na sua conta.

No entanto, é preciso ficar atento quando a TED for feita em dia útil na cidade de quem envia o dinheiro, mas for feriado ou dia não útil na cidade da agência de quem recebe. “Em uma situação como essa, a TED é debitada da conta do emissor na data da autorização da transferência, mas o valor é creditado na conta do beneficiário apenas no próximo dia útil”, explicou o coordenador do Departamento de Atendimento ao Cidadão (Deati), João Paulo Borges, no site do Banco do Brasil.

O interessante da TED é que não existe um limite mínimo de dinheiro a ser movimentado e valores acima a R$ 5 mil podem ser transferidos numa boa.

Como fazer uma transferência via TED?

Para fazer uma transferência por TED, você vai precisar das seguintes informações da pessoa ou empresa que vai receber o dinheiro:

  • Nome completo e CPF/CNPJ de quem vai receber;
  • Tipo de conta, se é corrente ou poupança;
  • Dados bancários, contendo código do banco, agência e número da conta;
  • Valor a ser transferido.

É importante frisar que uma TED não pode ser cancelada após o envio do dinheiro. Por isso, é importante ficar atento na hora de preencher os dados do recebedor.

Os bancos e instituições de pagamento realizam conferências para checar se as informações de um CPF ou CNPJ realmente batem com o número da conta e agência, por exemplo. Mas se o dinheiro já tiver saído da conta de um remetente e o envio for concluído para um recebedor, não é possível pedir o valor de volta.

Apenas TED agendada pode ser cancelada, e somente se a transferência tiver sido feita após às 17h ou fora de dias úteis — porque, nesses casos, a transação será agendada para o próximo dia útil. Se realmente precisar cancelar, a solicitação deve ser feita até às 23h59 do dia anterior à efetivação da TED. Para isso, é necessário acessar a seção de transferências do seu internet banking/app ou entrar em contato com o banco (que pode ser via aplicativo ou pessoalmente à agência).

O que é DOC?

pix ted e doc quais as diferenças

DOC é a sigla de Documento de Ordem de Crédito, um tipo de transferência bancária também disponibilizado pelo Banco Central. Diferente da TED que não tem limite máximo de dinheiro a ser transferido, uma operação via DOC pode ter o valor máximo de R$ 4.999,99.

Se você fizer um DOC para alguém, o dinheiro será debitado da sua conta no mesmo dia. Porém, o destinatário só vai receber a grana no dia útil seguinte à data de emissão. Isso acontece porque existe um conceito do Banco Central chamado de “grade horária”, no qual algumas operações são realizadas.

O DOC, por exemplo, é uma operação que só pode ser feita até às 21h59. Depois desse horário, a grade para fazer essa operação é fechada. Caso o DOC tenha sido feito após 21h59, o dinheiro vai cair na outra conta em até dois dias úteis. Então, se você fez um DOC às 22h30 de uma segunda-feira, o dinheiro será creditado na outra conta somente na quarta-feira.

Como fazer uma transferência via DOC?

Assim como na TED, para fazer transferências por DOC você precisa ter o nome completo e CPF/CNPJ de quem vai receber; o tipo de conta, se é corrente ou poupança; os dados bancários, contendo código do banco, agência e número da conta; e o valor a ser transferido.

Segundo o Banco Central, um DOC pode ser cancelado até às 16h do mesmo dia que foi emitido. Para isso, a recomendação é de que o usuário entre em contato com o banco, por aplicativo ou comparecendo à agência bancária, para solicitar o cancelamento. Também é possível cancelar um DOC agendado. Nesse caso, o cancelamento precisa ser feito até às 23h59 do dia anterior à efetivação da transferência.

Mas, assim como na TED, caso o dinheiro já tenha sido debitado de uma conta e caído na conta de um favorecido, o cancelamento não pode ser realizado.

Tem taxa para fazer TED e DOC?

Sim, existe a cobrança de tarifas para realizar TED e DOC. Nos bancos tradicionais, os valores podem passar de R$ 21,00 caso a transferência de recursos seja feita na boca do caixa. Geralmente, quando a TED ou o DOC são feitos pela internet ou pelos caixas eletrônicos, os valores tendem a ser menores.

Inclusive, você pode acompanhar os preços atualizados de tarifas diretamente no site da Federação Brasileira de Bancos (Febraban). Basta pesquisar o nome do banco e conferir os valores.

O que é Pix?

Lançado em novembro de 2020, o Pix é o método de pagamento instantâneo criado pelo Banco Central. Assim como a TED e o DOC, o Pix aparece como uma opção na hora de fazer transferências de valores nos aplicativos de bancos e instituições de pagamento.

A proposta do Pix é reduzir os custos das transações financeiras, modernizando e digitalizando os meios de pagamentos existentes em nosso país. Só em julho de 2021, de acordo com dados do Bacen, foram realizadas mais de 885 milhões transações via Pix, o que corresponde a uma movimentação de R$ 526 milhões somente neste mês.

Um dos diferenciais deste meio de pagamento é sua disponibilidade. Quem precisa realizar uma transferência por Pix pode fazer isso 24 horas por dia, 7 dias da semana, inclusive nos feriados e finais de semana. 

E quando o Banco Central diz que o Pix é instantâneo, eles não estão de brincadeira: isso porque, as transferências de dinheiro feitas por Pix são concluídas em até 10 segundos. Piscou e o dinheiro tá na sua conta!

Como fazer uma transferência via Pix?

Para fazer uma transferência por Pix, basta que o pagador digite a Chave Pix do recebedor, o valor a ser pago e finalize a transação. Essas chaves substituem todos os dados bancários que temos que passar quando precisamos receber dinheiro, como banco, agência, número da conta, por exemplo. Existem quatro tipos principais de chaves do Pix, sendo:

  • E-mail;
  • Número do telefone;
  • Número do CNPJ ou CPF;
  • Chaves aleatórias com combinações numéricas.

Outra maneira de efetuar pagamentos e transferências por Pix é por meio da leitura de QR Codes. Quer ver um exemplo? Um estabelecimento comercial pode imprimir um QR Code Estático e deixar esse código colado pertinho do Caixa. No momento de pagar a conta, o cliente faz a leitura do código, utilizando seu smartphone e aplicativo da instituição de pagamento, informa o valor a ser pago e finaliza o processo.

Também é possível fazer um pagamento por Pix mesmo que o recebedor não tenha uma chave cadastrada. Nesse caso, o pagador terá que adicionar os dados pessoais do recebedor, como CPF ou CNPJ, número da conta, agência etc. para efetuar a transferência.

Os custos das transferências via Pix são extremamente atraentes para os comerciantes. Para pessoas físicas, MEI, EI e EIRELI, as transferências por Pix são gratuitas. Há a cobrança de taxas nas transferências de empresas LTDA/SA e em situações específicas, como no caso do recebimento por QR Dinâmico e Pix Cobrança no boleto.

Em relação aos cancelamentos, é importante saber que não é possível cancelar um Pix. Se o valor saiu de uma conta e já caiu para um favorecido (a pessoa que recebeu o dinheiro) não há como recuperá-lo — exceto se você entrar em contato com essa pessoa para solicitar a devolução.

Pix passa a ter limite de valor e horário

O Banco Central vem atualizando as regras do Pix para garantir a segurança dos usuários e, por conta disso, haverá a limitação no valor de R$ 1.000 para as transações realizadas apenas entre 20h e 6h.

O usuário poderão solicitar o aumento desse valor a qualquer momento. Entretanto, é bom se programar com antecedência, pois o ajuste pode demorar de 24 a 48 horas para ser concretizada, impedindo o aumento imediato em situação de risco.

Além disso, os bancos e instituições financeiras e de pagamento poderão permitir que clientes cadastrem com antecedência contas consideradas como “seguras”, para as quais será possível fazer transferências por Pix com valores maiores nesse limite de horário. Mas, de novo: o cadastramento da conta deverá ser feito com pelo menos 24 horas de antecedência, é uma norma de segurança do próprio Bacen.

Pix, TED e DOC: quais as diferenças?

Talvez a maior diferença entre Pix, TED e DOC esteja na questão da disponibilidade. Como a gente comentou anteriormente, tanto a TED quanto o DOC precisam ser feitos dentro de horários específicos, sendo a TED até às 17h e o DOC até 21h59 — e os dois apenas em dias úteis. Em contrapartida, o Pix pode ser feito em qualquer dia da semana e em qualquer horário.

Além disso, o jeito como a transferência é feita também é bastante diferente entre Pix, TED e DOC. No Pix, basta informar uma chave para fazer pagamentos, enquanto TED e DOC precisam de todos os dados do beneficiário.

Abaixo, confira um resumo com as principais diferenças entre Pix, TED e DOC:

ModalidadePixTEDDOC
Limite máximo de valoresNão há limite máximo diurno, das 20h às 6h, o valor é de R$ 1.000,00*Não há limite máximo diurnoR$ 4.999,99
DisponibilidadeQualquer dia e horárioDias úteis, geralmente das 6h às 17hDias úteis, geralmente das 6h às 17h
Prazo para o dinheiro cair na contaDinheiro cai na conta do destinatário em até 10 segundos, independente do dia e horárioDinheiro cai na conta do destinatário no mesmo dia, apenas se a transferência for feita até às 17h. Após, fica para o dia útil seguinteDinheiro cai na conta do destinatário no próximo dia útil, apenas se a transferência for feita até 21h59
Como fazer a transferênciaInforme a Chave Pix do recebedor, faça a leitura do QR Code ou digite os dados do recebedor, caso este não tenha uma Chave Pix cadastradaDigite os dados do recebedor, como: nome completo, CPF/CNPJ, tipo de conta, código do banco, agência e número da contaDigite os dados do recebedor, como: nome completo, CPF/CNPJ, tipo de conta, código do banco, agência e número da conta
Cobrança de taxasGratuito para fazer pagamento lendo QR Code estático ou transferências com inserção manual ou chave Pix para quem é pessoa física, MEI, EI e EIRELIGratuito entre contas do mesmo banco. Para outras instituições, há cobrança de taxas que podem variar de R$ 5 a mais de R$ 21 nos bancos tradicionaisGratuito entre contas do mesmo banco. Para outras instituições, há cobrança de taxas que podem variar de R$ 5 a mais de R$ 21 nos bancos tradicionais
Comparação entre Pix, TED e DOC

* O limite noturno foi estabelecido pelo Banco Central e valerá para operações entre pessoas físicas, incluindo Micro e Pequenos Empreendedores Individuais, entre as 20 horas e as 6 horas. Estão incluídas aí transferências entre contas dentro de uma mesma instituição, Pix, cartões de pagamento pré-pagos e de débito utilizados em transações de transferência e liquidação de TEDs.

Aqui na Juno, você pode movimentar o seu dinheiro por Pix ou TED, da maneira que achar melhor para o seu negócio. As taxas da Juno são simples e transparentes de verdade, sem pegadinha ou letra miúda! Acredite: nossa conta digital tem tudo o que sua empresa precisa 😉

Quer saber mais sobre o Pix e como ele funciona na Juno?

Preencha o formulário abaixo e a nossa equipe entrará em contato!

Tipo de negócio
até 5/mês
até R$ 5 mil

Quer continuar essa conversa? Fale com a gente pelas nossas redes sociais @tamojuno 🤟