Meu negócio

Como otimizar a administração financeira do seu provedor de internet?

Uma administração financeira eficiente é uma peça fundamental para o crescimento saudável de uma empresa. No post de hoje, separamos algumas dicas para provedores de internet otimizarem a organização das finanças, vem conferir! 😉

provedor
Tempo de leitura: 3 minutos

Nem só de tecnologia vive uma empresa do setor de telecomunicações. Embora suporte técnico, instalação de equipamentos e qualidade de serviço estejam no topo de prioridades dos provedores de internet, administrar as finanças é essencial para manter um crescimento saudável e otimizar a gestão do seu negócio.

Antes de definir precificação e determinar metas de expansão, é necessário analisar a gestão financeira do seu provedor e estabelecer algumas formas de aprimorá-la. 

Pensando nisso, separamos algumas dicas para facilitar a administração das finanças do seu provedor. 

Saiba a origem dos gastos

Todos os gastos que sua empresa possui precisam entrar na conta para definir a precificação do serviço prestado. Apesar de custos com equipamentos, manutenções de rede e equipe de suporte representarem a maior parte dos gastos, é necessário levar em consideração despesas como aluguel, energia elétrica, deslocamento para atendimento físico, materiais de escritório e sistemas utilizados pela empresa. 

Outro ponto importante de listar todos os gastos que sua empresa possui é a facilidade de realizar o pagamento de contas, garantindo que todas sejam pagas em dia e evitando custos adicionais com juros e multa.

Use e abuse de planilhas

Quando falamos em organização de finanças, as planilhas são o melhor canal. Por mais que os recursos sejam limitados, é uma ótima forma de evitar um amontoado de papéis pelo seu escritório e reunir todas as informações em um só lugar.

Crie planilhas para:

Contas a pagar; 

Movimentações financeiras do último mês; 

Contas a receber;

Usuários inadimplentes; 

E lembre-se de salvá-la no Google Drive, para não perder o arquivo em armazenamento interno.

Caso queira separar um orçamento para controlar melhor os dados financeiros, é legal pensar em investir em sistemas de gestão, como ERPs. Com eles, você armazena todas as informações em um só lugar e conta com várias outras funcionalidades que podem auxiliar a otimização das finanças.

Leia também: Sistema de gestão: o que é e como pode ajudar sua empresa

provedor

Controle o fluxo de caixa

Acompanhar a entrada e saída de recursos financeiros é uma das etapas mais importantes para qualquer empresa, já que é o principal fator para concluir se seu provedor está gerando o lucro esperado.

Uma dica bacana é contratar um profissional especializado para realizar o controle de caixa do seu provedor e lidar com a padronização de processos financeiros. Essa profissional também poderá ficar responsável por questões contábeis e legais, evitando que haja uma administração prejudicial que acarrete em prejuízo financeiro para seu negócio.

Fidelize seus clientes

A aquisição de novos clientes é muito mais custosa para a empresa do que manter um cliente fiel. Valorizando seus clientes, ouvindo o que eles têm a dizer e investindo em um atendimento de qualidade, é possível evitar que seus clientes optem pela concorrência.

Invista na sua equipe

Um funcionário satisfeito, além de ser mais produtivo, tende a permanecer mais tempo no emprego. O conjunto desses fatores é uma peça importante na engrenagem da administração financeira: primeiro, porque a produtividade e excelência no atendimento do seu funcionário irá garantir a satisfação dos clientes. Segundo, porque os custos de contratação serão bem menores e você terá um colaborador comprometido e de confiança na sua empresa.

Conforme seu provedor cresce, as obrigatoriedades legais e a burocracia financeira envolvida serão maiores, tornando indispensável a aquisição de uma equipe especializada em gestão e administração. 

Antes de alavancar suas vendas e traçar metas promissoras de crescimento, é legal pensar em implementar nossas dicas na sua empresa, otimizando a administração financeira do seu provedor.

Leia também: 5 dicas para profissionalizar o seu provedor de internet

Curtiu nossas dicas? Quer comentar sobre alguma delas ou compartilhar sua experiência como administrador? Conta pra gente nos comentários. 🤓