Tecnologia

O que é um webhook?

Os webhooks têm ganhado cada vez mais destaque para negócios, pois tornam processos mais otimizados. Esses recursos voltados para integrações são capazes de fornecer ao usuário informações em tempo real sobre mudanças de status no sistema, o que faz com o que todo o processo de uma empresa se torne mais ágil. Saiba mais!

Webhook imagem descritiva
Tempo de leitura: 4 minutos

O webhook é um recurso que tem conquistado cada vez mais espaço no universo empresarial. Isso porque a partir desse conceito, é possível que programas e softwares executem uma série de ações e comandos específicos que otimizam o funcionamento do sistema como um todo.

Na prática, os webhooks são um método que facilitam que APIs forneçam informações em tempo real sempre que um evento acontece. Por esse motivo, esse recurso tem sido utilizado de forma cada vez mais ampla no mercado. 

Existem diferentes aplicações para os webhooks que tornam as integrações muito mais otimizadas e os serviços cada vez mais ágeis e completos. No artigo que preparamos você fica sabendo o conceito de webhooks, sua importância e principais formas de uso. Vem com a gente!

Webhook imagem descritiva

Para que servem os webhooks?

O webhook, também chamado de retorno de chamada web, é um complemento que possibilita que uma integração proporcione, em tempo real, informações a respeito eventos e  mudanças de status ao usuário. Nesse sentido, os webhooks funcionam como uma espécie de facilitador para o recebimento de dados entre dois sistemas. 

Isso significa que esses complementos são desenvolvidos para reproduzir uma série de automações predeterminadas no sistema de chegada ou ferramenta, sem depender da origem da informação. Dessa forma, é possível fazer com que uma ação X, do sistema 1, gere uma ação Y no sistema 2, por exemplo.

Vale lembrar que a ponta de reação das automações nesse processo é sempre fixa, mas é importante que o desenvolvedor defina qual será o gatilho utilizado em cada etapa.

Assim, isso possibilita que programas simples e independentes sejam criados exclusivamente com o intuito de funcionar em cadeia conforme outros comandos são executados.

É seguro dizer que os webhooks fazem parte de um conceito de API que tem se popularizado cada vez mais. O motivo para isso é que esse complementos são muito fáceis de serem implementados, além de serem muito úteis. 

Esses complementos funcionam como verdadeiros ganchos de software na web, como o próprio nome em sua versão traduzida para o português sugere. Isso porque eles possibilitam que programas sejam criados com o objetivo de funcionar em cadeia, conforme determinados comandos são executados. 

Em sua maioria, são utilizados para a comunicação entre sistemas, sendo a forma mais simples do usuário receber um alerta quando acontece alguma mudança de status na outra ponta da aplicação, que pode ser um software ou uma ferramenta.

Qual é a importância dos webhooks?

De maneira geral, aplicativos podem funcionar de duas formas na hora de se comunicar no sentido de compartilhar informações: pesquisas e webhooks. Esses complementos disponibilizam, de forma automática, dados em tempo real, o que evita sobrecarga no sistema ou até mesmo a perda de informações caso aconteça algum erro.

Um sistema que não conta com esse tipo de complemento fica no escuro quanto às mudanças de status e acontecimentos na integração, pois não existem atualizações em tempo real sobre o que está acontecendo na API. Isso encarece o trabalho e o torna mais lento e complexo, fazendo com que cada etapa precise ser verificada para encontrar updates no sistema.

Para desenvolvedores de software, os webhooks têm a capacidade de facilitar muito os processos, otimizando etapas e tornando as integrações mais ágeis e responsivas aos sistemas.

Diferentes utilidades para os webhooks

Existem duas formas principais de utilizar os webhooks: como recebimento e armazenamento de informações ou ainda como recebimento e repasse de dados. Entenda como esses dois cenários funcionam:

Recebimento e armazenamento de informações

As chamadas notificações, também conhecidas pela expressão em inglês push, são a forma mais simples e comum de utilizar webhooks. Por meio desses complementos de integração, não existe a necessidade de pesquisar o tempo inteiro se existem novas informações, elas chegarão ao usuário no formato de notificações, direto pelo webhook. 

Outra possibilidade nesse cenário é armazenar as informações obtidas até que elas possam ser utilizadas para outra finalidade. 

Recebimento e repasse das informações sobre o evento 

Esse tipo de complemento não apenas recebe as informações do evento, como também é capaz de executar novas ações a partir delas, possibilitando que os desenvolvedores criem um script, registrem sua URL em seu site e programem o envio de um e-mail toda vez que um novo visitante criar uma conta, por exemplo.

Outra possibilidade é a criação de um script capaz de atualizar a quantidade de produtos disponíveis em estoque, sempre que uma compra for realizada, ou então o aviso de quando conta for paga por um cliente. As aplicações desse tipo de webhook são inúmeras e adaptáveis a vários tipos de negócios. 

O que os webhooks da API da Juno podem fazer pelo seu negócio?

Com a API da Juno, você pode integrar o seu sistema ao nosso e oferecer para seus clientes, dentro da sua própria aplicação, uma série de soluções financeiras. Confira a documentação completa da nossa integração aqui.

Leia também: Conheça a Juno para Devs: a documentação da nossa API

Saiba o que os webhooks da API da Juno podem fazer pelo seu negócio:

Notificação de Eventos

Notificamos os eventos da plataforma via API, informando todas as mudanças de estado da sua Conta Juno. Isso é possível por meio da vinculação de webhooks, que é uma forma de recebimento de informações quando um evento acontece. 

Notificação de pagamentos

Você não precisa ficar o tempo todo checando se aquele tão sonhado pagamento foi confirmado. Nossa API conta com notificações de pagamento, que são enviadas por meio de um webhook de notificações, no qual você se inscreve e escolhe quais notificações quer receber. Ou seja, toda vez que o status da transação mudar para confirmado, você recebe uma notificação!

Quer integrar com a Juno?

Preencha o formulário abaixo e a nossa equipe entrará em contato!

Quer continuar essa conversa? Fale com a gente pelas nossas redes sociais @tamojuno 🤟