O que é sandbox?

Foto de Tatiana Michaud
Por Tatiana Michaud
5 min de leitura
25/08/2020

Testar todas as possibilidades de uma integração antes de virar a chave para o ambiente de produção não é apenas prudente, como também ajuda a otimizar cada vez mais as soluções oferecidas ao cliente final. É isso que o sandbox proporciona para APIs. Saiba tudo sobre esses ambientes de testes no post que preparamos!

Para escutar este conteúdo na íntegra, você só precisa dar o play! 😉

A segurança em todos os processos de um sistema integrado de pagamentos é a principal prioridade. Para garantir que isso seja possível, em APIs existe o sandbox, um ambiente destinado especificamente para a realização de testes. 

Esse ambiente não interfere nas aplicações, sistemas ou até mesmo plataformas nas quais eles estão em produção, o que permite que o usuário teste possibilidades com toda a segurança. 

O conceito de sandbox pode ser aplicado tanto no contexto de APIs quanto para a Segurança da Informação. Neste artigo, você fica sabendo o que é sandbox, suas principais aplicações e seu papel fundamental para compreender todo o fluxo de uma integração. Confira! 

Sandbox imagem descritiva

O que é sandbox?

De uma maneira simplificada, o sandbox é um ambiente virtual controlado, no qual é possível realizar uma série de testes e possibilidades de como um sistema irá se comportar em variadas situações. 

Do ponto de vista da Segurança da Informação, esses ambientes são utilizados para testar potenciais softwares maliciosos, com o objetivo de entender como eles funcionam e a melhor forma de manter o sistema, dados, aplicações e transações da empresa seguros de ataques e fraudes. Sem os testes realizados no sandbox, um outro sistema ou aplicação pode ter acesso ilimitado aos recursos de sistema, informações e rede do negócio.

Uma outra aplicação do sandbox em termos de segurança, é a possibilidade de execução de códigos maliciosos com o intuito de evitar que qualquer aplicação ou dispositivo seja danificado. Vale lembrar que tudo isso é realizado sem oferecer riscos ao sistema.

Quando o assunto são integrações, o sandbox desempenha um papel essencial, pois possibilita testes em um ambiente de homologação seguro e controlado, sem que as operações no ambiente de produção sofram interferências.

Benefícios do sandbox

Contar com um ambiente de homologação como o sandbox traz muitas vantagens para o seu negócio. Conheça as principais:

  • Permite que tanto que quem integra quanto desenvolvedores da própria empresa realizem testes com segurança;
  • Os testes realizados otimizam a experiência do usuário ainda mais, possibilitando um entendimento de como os sistema e suas aplicações funcionam sem maiores complicações;
  • É um ambiente em que os agentes são treinados, o que aumenta a segurança dos testes realizados. 

Como otimizar sua experiência com o sandbox

Pense como o usuário final

Uma das grandes vantagens que o sandbox oferece é aprimorar a experiência do usuário nos serviços oferecidos. É fundamental utilizar o sandbox pensando como o usuário final para conseguir entender todos os pontos da sua jornada e qual a melhor forma de otimizar o fluxo dos serviços oferecidos. 

Use a criatividade para realizar testes

Por ser um espaço dedicado para a realização de testes, o sandbox é o cenário ideal usar a criatividade dentro deste ambiente de homologação e entender todas as possibilidades que a integração e suas aplicações oferecem, de forma segura e sem perigos ou consequências para o ambiente de produção.

Configure aplicações com assertividade

Outra forma de aproveitar ao máximo o ambiente de homologação é trabalhar na entrega de aplicações cada vez mais assertivas para os clientes.

Conheça o sandbox da API da Juno

A API da Juno conta com um ambiente de testes para você validar com segurança o processo de integração com a Juno.

O sandbox é um ambiente dedicado e preparado para homologação. Ele existe justamente para que você consiga testar todas as possibilidades e métodos que irá utilizar na sua aplicação antes de virar a chave por completo e passar para o ambiente de produção.

Nele você consegue entender todo o fluxo que envolve uma integração com a Juno a partir de simulações de transações e pagamentos, além de emitir boletos teste, criar webhooks, consultar saldo, efetuar transferências, criar contas digitais. Ou seja, testar, configurar e integrar o acesso a todos os recursos que desejar.

Para começar a utilizar o sandbox, é preciso que você crie um cadastro no ambiente de homologação. Assim que isso for feito, você já poderá criar o Token Resource para começar a realizar operações via API.

A sua conta pode ser criada a partir de um CPF ou CNPJ, mas vale lembrar que não é possível ter mais de uma conta com o mesmo registro.

Leia também: Conheça a Juno para Devs: a documentação da nossa API

Quer saber mais sobre a API da Juno?

Preencha o formulário abaixo e a nossa equipe entrará em contato!

Tipo de negócio
até 5/mês
até R$ 5 mil

Quer continuar essa conversa? Fale com a gente pelas nossas redes sociais @tamojuno ?