Dropshipping: o que é, como funciona e vantagens

Foto de Tatiana Michaud
Por Tatiana Michaud
7 min de leitura
26/11/2021

Administrar uma loja online envolve muitos custos e um dos principais está relacionado ao estoque. Uma das melhores soluções para esse problema é o dropshipping, que otimiza a logística do e-commerce. Saiba mais!

O comércio eletrônico tem apresentado um crescimento constante nos últimos anos e a tendência é que o sucesso de vendas pela internet se intensifique cada vez mais. Segundo dados levantados pela Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo, 70% dos consumidores brasileiros pretendem continuar comprando pela internet após a pandemia.

Dentro desse cenário mais do que promissor, existe uma série de fatores que precisam funcionar muito bem em conjunto para que os e-commerces possam se manter competitivos no mercado. 

Um dos principais fatores que influenciam no desempenho de lojas virtuais é o gerenciamento de estoque. Isso não necessariamente significa que esse processo precisa ser realizado em totalidade pelo e-commerce ou marketplace, e essa é uma realidade tanto para negócios que estão em fase inicial quanto para aqueles que já estão consolidados, como é o caso da Amazon

Essa logística é possível por meio de uma estratégia chamada dropshipping, que possibilita que lojas online utilizem o estoque de uma empresa terceirizada para otimizar seus recursos. Neste artigo, você fica por dentro do que é e como funciona esse método. Vem com a gente!

O que é dropshipping?

Dropshipping: o que é, como funciona e vantagens
Foto: Canva

Ao analisar a raiz da expressão dropshipping, que tem origem no inglês, chegamos a dois significados: drop, que na tradução para o português significa largar, e shipping, que quer dizer remessa. 

Na prática, o negócio que utiliza o dropshipping em sua logística conta com uma empresa terceirizada para administrar parte do seu estoque ou até mesmo todo ele. Ainda assim, a loja virtual é quem fica responsável por realizar todas as vendas, mas são os fornecedores que enviam as mercadorias para os clientes.

Vale lembrar que o lucro das vendas é dividido entre todas as partes envolvidas. Isso significa que o e-commerce que efetua a venda do estoque dos produtos fica com a diferença entre o valor cobrado para o cliente e o preço cobrado pelo parceiro. É o tipo de lógica em que todo mundo sai ganhando. 

O dropshipping se mostra uma estratégia muito eficiente, pois além de otimizar todo o processo logístico do negócio garante entregas mais rápidas para os clientes, o que aumenta o nível de confiabilidade da marca. Outra consequência muito positiva desse método é que o fornecedor mantém sua produção ativa e o estoque movimentado.

Como funciona o dropshipping?

Para o lado do cliente, o dropshipping é quase imperceptível. Ele vai acessar o site da loja virtual, selecionar os produtos que deseja no carrinho e ser direcionado para a página de checkout do e-commerce, como de costume. Em alguns sites, especialmente marketplaces, é possível que apareça uma indicação do fornecedor: “entregue pela empresa tal”. 

Depois que o pagamento da compra for confirmado, o pedido é então transferido para um dos fornecedores parceiros que vai dar início ao processo de logística de envio do produto em questão. 

A próxima etapa fica por conta do fornecedor, que vai separar a mercadoria no estoque e cuidar do envio para o cliente junto à transportadora. Esse processo todo é chamado de fluxo de dropshipping.

Quais são as principais vantagens do dropshipping?

Dropshipping: o que é, como funciona e vantagens
Foto: Canva

Por otimizar muito a estratégia de logística de lojas online, sem acarretar grandes custos com infraestrutura, o dropshipping pode ser muito benéfico para os negócios. Veja algumas vantagens desse modelo: 

  • Mais versatilidade de produtos: ao contar com vários fornecedores, é possível aumentar o leque de mercadorias oferecidas para os clientes, que aumenta as chances de satisfazer as necessidades de diferentes públicos;
  • Maior facilidade para negócios que estão começando: ainda que seja um método utilizado por grandes players do mercado, o dropshipping é ideal para e-commerces que ainda estão no começo da sua jornada, pois ele exige muito menos investimento em infraestrutura para começar a vendar;
  • Ampliar o público-alvo do seu e-commerce: com uma possibilidade de estoque maior, com mais versatilidade de produtos, é possível também aumentar o ICP, que é o Perfil Ideal de Cliente, estruturado a partir da criação e personas que representam o público-alvo do seu negócio;
  • Aumento do alcance geográfico: uma das principais vantagens que o dropshipping oferece, além da otimização de recursos, é o aumento do alcance da loja virtual. Por meio desse sistema de parcerias, é possível estabelecer fornecedores em regiões estratégicas do país para atender clientes em nível nacional;
  • Redução de custos: essa vantagem é a mais perceptível no método do dropshipping tanto para o e-commerce quanto para o fornecedor, pois cada parte envolvida lida apenas com os custos do seu lado.

Como trabalhar com dropshipping?

O método de logística por dropshipping é vantajoso, mas ao mesmo tempo é necessário que o vendedor tenha organização e confiança necessária para operar dessa forma.

Isso porque, caso o cliente realize a compra, mas o fornecedor não envie o produto, quem fica com o moral manchado é o e-commerce. Por isso, para operar bem com dropshipping, é necessário:

  • Trabalhar com fornecedores de confiança;
  • Oferecer apenas produtos que podem ser entregues;
  • Garantir a devolução de mercadorias;
  • Investir em comunicação e relacionamento com o cliente;
  • Acompanhar todo o processo de entrega.

Split de pagamento no e-commerce para quem atuar com dropshipping

Para garantir que os pagamentos entre todas as partes envolvidas nas vendas do seu negócio aconteçam da forma mais descomplicada possível, é importante que seu e-commerce ou marketplace tenha as ferramentas certas para certas para prosperar.

Funcionalidades como o Multisplit da Juno, sistema inteligente de split de pagamentos que oferece uma série de vantagens exclusivas para o seu marketplace, são essenciais para vender mais sem ter problemas com tributações ou processos trabalhosos.

Com esse recurso, você pode:

  • Decidir entre quantas pessoas dividir o valor total da venda;
  • Determinar como acontece a divisão do valor recebido;
  • Escolher quem paga as taxas pela emissão da cobrança;
  • Ter a liberdade de modificar o split de uma cobrança que ainda não foi paga.

Saiba mais sobre essa funcionalidade que vai aumentar a conversão de vendas da sua loja virtual aqui.

O split de pagamento de maneira geral é a solução desenvolvida para realizar automaticamente a divisão de uma transação entre todos os participantes de uma venda, otimizando a gestão financeira das empresa. Essa funcionalidade, inclusive, já opera via Pix para quem usa a API da Juno 😉

Quer saber mais sobre esse recurso? Dá o play no vídeo abaixo: