Materiais gratuitos

Como fazer marketing no terceiro setor

Para que sua ONG continue fazendo o bem, seu caixa precisa estar bem organizado. Vem aprender como fazer um fluxo de caixa com marketing no terceiro setor.

ONGs_como_fazer_marketing_no_terceiro_setor
Tempo de leitura: 4 minutos

Para que sua ONG continue fazendo o bem, seu caixa precisa estar bem organizado. Vem aprender como fazer um fluxo de caixa com marketing no terceiro setor.

O preconceito com o investimento em marketing no terceiro setor

O nosso país ainda tem muito da visão de que o dinheiro e lucro podem estar atrelados a fazer as coisas erradas ou ser uma má pessoa, então, quando se fala de uma instituição que foca na caridade, o gasto de dinheiro com outras áreas da empresa que não sejam para o serviço direto para a comunidade pode ser visto com maus olhos.

Conceitos como marketing, vendas e lucro não são facilmente associados com organizações não governamentais. Mas, sem esse investimento, o bem que pode ser feito acaba tendo um impacto reduzido e, a longo prazo, ameaça a própria existência a organização

Até o nome “Instituição sem fins lucrativos” acaba atrapalhando nessa briga para mostrar que, apesar de o lucro não ser destinado em benefício dos donos ou acionistas, um caixa positivo é muito importante sim para que uma empresa do terceiro setor consiga fazer um trabalho efetivo para ajudar a mudar o mundo. 

O autor Dan Pallota, que é especialista em marketing de eventos para arrecadação de doações, detalhou bem esses desafios na sua palestra para o TED Talks – que você pode conferir aqui.

Separamos algumas dicas de como a estratégia de marketing da sua instituição pode ser posicionada para começar a quebrar essas barreiras, conseguindo mais doadores e atenção para a causa que defende.

Dica 1: sensibilize doadores para a sua causa sem espantar seu público

Apelo sentimental exagerado, que parece funcionar a curto prazo, é muito prejudicial para fidelizar os doadores.

A ideia é basicamente essa: se você faz seus doadores se sentirem bem com a doação, eles vão se aproximar mais da sua organização, se você incita sentimentos de culpa ou tristeza, é provável que a maioria das pessoas até faça a doação, mas vão querer se afastar dos sentimentos ruins e bloquear notícias sobre a sua organização.

Por isso, pense em campanhas que, mesmo falando de assuntos sérios, tenham por trás um sentimento positivo ou de força, com uma mensagem de que juntos é possível vencer o problema apresentado.

Dica 2: venda produtos para arrecadar dinheiro para a sua ONG  

Vender produtos não é somente uma estratégia para conseguir arrecadar recursos, mas também uma estratégia de marketing. Já que esses produtos podem ter a identidade visual da sua organização, fixando a marca na cabeça dos doadores e também mostrando para novas pessoas que podem não conhecer. 

Dica 3: procure parcerias

As parcerias são chave para que empresas do terceiro setor consigam produzir mais sem precisar gastar tantos recursos.

Um vantagem é que muitas marcas e empresas estão querendo demonstrar mais para seus clientes que elas também têm uma preocupação com a sociedade, e buscam causas que estejam de acordo com seus valores para ajudar.

Não espere que essas empresas venham procurar a sua organização, vá atrás delas, faça uma boa apresentação e já proponha tipos de parcerias que vocês podem tocar em conjunto. 

Dica 4: cuide do bem estar e do psicológico do seu time

O trabalho de uma organização do terceiro setor é quase sem fim, isso pode causar um cansaço no seu time e são essas pessoas que acabam prestando atendimento os doadores. Se eles não estão bem, não vão conseguir transmitir uma boa imagem da sua organização.

Também é visto como algo ruim a ideia de fazer dinheiro ajudando outras pessoas mas, como disse o autor Dan Pallotta, não vemos nada de errado em pagar bem pessoas para vender coisas que não ajudam a sociedade (um pouco estranho, não é?).

Além disso,você não vai atrair e manter os melhores talentos se não tiver um bom ambiente de trabalho e remuneração. 

Dica 5: mostre o resultado das doações 

Bons resultados devem ser comemorados e mostrados. Pense em como você vai transmitir esse conteúdo, um jornal digital mensal é uma maneira relativamente barata de fazer esse tipo de comunicação.

Leia também: Como fidelizar seus doadores. 

Dica 6: preste atenção na sua reputação

A sua marca, é a primeira coisa que deve vir antes do marketing. Notícias de ONGs que foram criadas para desviar dinheiro não são difíceis de encontrar, por isso, mostre para a sociedade que eles podem confiar na sua organização. 

Preserve a memória da sua organização, pois esse histórico também ajuda a demonstrar credibilidade para que as pessoas possam acompanhar a evolução das suas ações.

Dica 7: investimento em propaganda

Aqui, voltamos a falar no preconceito do investimento em propaganda para o terceiro setor. 

As pessoas não gostam de ver o seu dinheiro gasto em publicidade, como se esse dinheiro não pudesse multiplicar o valor que vai para aqueles que precisam.

Comece fazendo todo tipo de marketing que é possível fazer gratuitamente: redes sociais, e-mail marketing, site próprio, coloque sua organização no Google My Business etc. 

Dica extra: cuidado com a propaganda disfarçada de boazinha

Trocar likes e seguidores por doação ou ações desse tipo colocam em xeque a credibilidade da sua organização, pois as pessoas ficam com a sensação de que a organização está chantageando os seguidores. 

Dica 8: facilite as doações com recorrência de pagamento

Imagine que a pessoa conheceu a sua causa, se apaixonou por ela e quer contribuir. Então entra no seu site para procurar informações de como fazer isso, mas descobre que as doações precisam ser feitas pessoalmente ou por transferência bancária. Ela vai precisar se deslocar ou sair do seu site para conseguir fazer a transferência, nesse meio do caminho ela pode acabar se esquecendo ou desistindo da doação.

O mais indicado é que seu site tenha um gateway de pagamentos para que a pessoa consiga fazer a doação de maneira rápida e fácil.

Veja como fazer a integração com a JUNO.

Dica 9: promova eventos em prol da sua causa 

Corridas, shows ou eventos gastronômicos com o dinheiro da arrecadação convertido para alguma causa são ótimas maneiras de criar barulho para a sua organização.

Além de conseguir um número maior de doações, esses eventos geram um benefício para outras empresas participantes que podem mostrar a imagem delas atrelada a uma causa social.

As pessoas querem mostrar que estão dispostas a ir além pela causa em que acreditam, mas elas precisam ser convidadas a fazer isso, por isso, no planejamento do seu evento conte com uma verba para divulgação.

Dica 10: algumas mudanças acontecem aos pouquinhos

As mudanças acontecem aos poucos, mas essa mudança na visão do marketing no terceiro setor é muito necessária. Procure fazer uma ação de cada vez e, principalmente, ter sempre o controle sobre seus dados para conseguir demonstrar que esse investimento vale a pena. 😉