Meu negócio

Gestão financeira: dicas para organizar a sua carteira de clientes

Organizar sua carteira de clientes é a melhor forma de acompanhar a saúde financeira e administrativa do seu negócio. Pensando nisso, separamos algumas dicas para facilitar esse processo.

carteira de clientes
Tempo de leitura: 3 minutos

Seja qual for o porte, segmento ou tempo de atuação da sua empresa no mercado, certamente você tem uma carteira de clientes – mesmo que ela ainda seja modesta. Se sua empresa ainda é pequena, possivelmente você conheça cada cliente pelo nome, saiba onde mora e qual tipo de produto ou serviço ele consome. 

Por outro lado, conforme sua empresa vai crescendo, você precisa automatizar ou criar um processo que facilite a identificação dos seus clientes e, em alguns casos, separar eles por carteiras e distribuir entre seus vendedores.

Independente da forma que você escolha fazer, organizar sua clientela é essencial para uma gestão financeira eficiente, uma visão mais estratégica do seu negócio e facilidade no atendimento ao cliente.

Quer saber como organizar e administrar a sua carteira de clientes? Dá uma conferida nas dicas que a gente preparou. 🤓

Segmente seus clientes

Mesmo que seus clientes consumam o mesmo produto ou serviço, eles são pessoas diferentes entre si. Caso a oferta da sua empresa seja variada, a chance de ter consumidores com personalidades completamente diferentes é ainda maior. 

Para segmentar seus clientes, separe eles por grupos. Você pode dividir por cidade, bairro, idade, produto ou serviço que consomem ou qualquer outra característica que eles tenham em comum. Por exemplo: se Paulo e Luiz moram no mesmo bairro, possuem o mesmo plano de 35MB de internet, têm cerca de 45 anos, casados, com 2 filhos e gostam de jogar futebol aos finais de semana, você já pode considerar que ambos estão no mesmo grupo de clientes. 

Organizando seus clientes em grupos, você pode ofertar produtos ou serviços de acordo com a necessidade de cada grupo, direcionar uma comunicação personalizada e com o tom de voz assertivo, além de ter métricas mais precisas sobre o sucesso da sua empresa.

Leia também: 5 dicas para profissionalizar o seu provedor de internet

Acompanhe sua carteira de clientes

O relacionamento com seu cliente vai muito além do momento da venda, principalmente se sua empresa trabalha com serviços de recorrência, como internet ou TV  a cabo. Por isso, acompanhe o ciclo de vida do cliente dentro do seu negócio. 

Na maioria das vezes, um cliente dá sinais de quando irá se tornar inativo, deixando de fechar negócio e consumir produtos da sua empresa. Preste atenção nos detalhes e tenha sempre uma carta na manga para evitar perder esse consumidor para a concorrência.

carteira de clientes

Categorize seus clientes

De acordo com o segmento do seu negócio, a divisão de clientes por momento de negociação muda um pouco, mas normalmente você terá clientes ativos, inativos e prospects. Digamos que você tenha um provedor de internet:

Prospect: é aquele que tem potencial de compra e que já demonstrou interesse pelo seu serviço. Esse é seu primeiro contato com esse cliente, portanto invista em fechar negócio;

Cliente ativo: o que já consome seu serviço e exige um trabalho contínuo de fidelização;

Cliente inativo: foi seu cliente por um tempo, mas optou por não continuar fazendo negócio com a sua empresa. Nesse caso, é preciso entender os motivos da inativação para tomadas de decisão que impeçam futuras inativações.

Ao fazer essa segmentação, é mais fácil ter uma visão específica da saúde financeira e administrativa do seu negócio.

Leia também: O que é churn e como reduzir esse indicador na sua empresa

Crie relacionamento com seus clientes

Quando você já segmentou e categorizou a clientela, é hora de pensar em qual tipo de relacionamento você precisa manter com cada um deles. Para criar esse vínculo, primeiro entenda qual abordagem funciona com qual grupo. Depois, quanto esforço esse relacionamento vai exigir.

Se você precisa se relacionar com um prospect, por exemplo, essa relação será mais ativa, já que será preciso entender a necessidade do cliente e a forma como seu negócio pode solucionar essa necessidade. Agora se estamos falando se um cliente ativo, investir em fidelização e acompanhar a forma como ele se relaciona com seu produto ou serviço é a melhor forma de manter uma relação próxima.

Organize todos os dados dos seus clientes em um só lugar

Separar seus clientes em grupos e segmentar exige esforço e organização, portanto priorize em manter todos esses dados em um só lugar, facilitando a gestão da carteira de clientes.

É importante coletar os dados necessários dos seus clientes, como CPF/CNPJ, telefone, e-mail, endereço e tudo que você achar pertinente para agilizar a prestação de serviço ou a venda de um produto.

Com a Juno, por exemplo, é possível unir todos os dados dos seus clientes em um só lugar e separar eles por grupos, importar e fazer download da lista de clientes.

Além disso, você acompanha a frequência dos pagamentos recebidos através de relatórios, o que ajuda a segmentar por clientes ativos e inativos. 

A gente espera que, com essas dicas, você consiga organizar a sua carteira de clientes e ter uma visão mais precisa da gestão financeira da sua empresa. Tem mais alguma dica e quer compartilhar com a gente? Conta aí nos comentários! 😉