Materiais gratuitos

Como fidelizar doadores para sua ONG

Quer saber como fazer com que doadores esporádicos se tornem embaixadores da sua causa? Vem ver como fidelizar os doadores da sua ONG.

Como_fidelizar_doadores_para_a_sua_ONG
Tempo de leitura: 4 minutos

Agora que você já leu nosso conteúdo para te ajudar a fazer o seu marketing e conseguir mais doadores para a sua ONG (se não leu ainda, começa por ali), vamos para o próximo passo: fidelizar doadores.

Sabemos que a irregularidade e incerteza de pagamentos é um problema gigantesco das organizações do terceiro setor, mas é possível superar isso. 

Separamos algumas dicas para que sua ONG consiga fidelizar doadores de uma maneira que eles se conectem fortemente com a sua causa. 

O que NÃO fazer na hora de fidelizar doadores para sua ONG

Vamos começar com o que não fazer, porque essas coisas são muito comuns de acontecer, justamente por causar uma comoção instantânea, mas a longo prazo elas prejudicam a vontade dos doadores de permanecer acompanhando seu conteúdo. 

Então, fica o recado: não espante seus doadores com notícias ruins e desespero.

Muitas vezes, nos deparamos com pedidos por doações nas redes sociais que apelam para a culpa das pessoas, mostrando alguma situação chocante, o que pode fazer que a mensagem viralize e arrecade curtidas, comentários e algum dinheiro imediato. 

Só que, a longo prazo, é um tiro no pé.

Como fidelizar doadores para sua ONG 

Para fidelizar doadores você precisa fazer eles se sentirem bem.

Pesquisas científicas já demonstraram que quando ajudamos as pessoas nosso corpo libera hormônios que aumentam nosso bem estar e reduzem o stress.  

As pessoas são solidárias para se sentirem úteis à sociedade, para tirar o foco de seus problemas e aumentar o sentimento de gratidão. Se você coloca essa pessoa em uma situação que vai gerar sentimentos de culpa, raiva ou tristeza, é natural que ela não vá querer ficar ligada nisso por muito tempo. 

É por isso que os pedidos apelativos podem gerar resultado imediato, porque as pessoas acabam doando algum dinheiro para se livrar desse sentimento ruim, mas, depois, elas podem bloquear o conteúdo da sua ONG, pois não vão querer receber nenhuma notícia sua e voltar para o sentimento ruim. 

Sim, a solidariedade tem um lado egoísta. Mas ao invés de achar que isso é ruim, aproveite essa informação para fazer com que os doadores se apaixonem pela sua causa.

Seus doadores querem fazer uma boa ação pra se sentir bem e orgulhosos. Então, na hora da comunicação, lembre de fortalecer esses sentimentos positivos, isso vai fazer com que o doador continue acreditando na sua organização e a defendendo para outras pessoas, fortalecendo o marketing de indicação. 

Crie uma revista impressa ou digital

As notícias ruins, nós vemos na TV todos os dias. Por isso, crie uma comunicação que vai ser a “razão para acreditar” do seu doador.

Uma revista impressa ou digital é um ótimo formato para manter contato com os doadores. Essas edições podem mostrar os resultados que foram alcançados graças às doações e o impacto que a sua ONG tem para conseguir reverter as coisas ruins do mundo. 

Claro que você não precisa esconder tudo de ruim que existe, mas é o jeito que você transmite essa informação que conta.

Uma mensagem assim:

“Pelo amor de deus, nos enviem dinheiro porque está tudo caindo aos pedaços e você está gastando dinheiro com coisas fúteis enquanto muitas pessoas não têm o que comer e estão morrendo” 

É bem diferente de:

“No mês de janeiro, nossa ONG conseguiu alimentar 30 crianças carentes, entre elas a Larissa, que agora tem mais disposição para voltar aos estudos. Para continuar esse trabalho precisamos da sua doação. Seja o responsável pelo almoço de 5 crianças doando apenas R$50 reais por mês.”

Faça com que o seu doador se sinta responsável pelos resultados positivos. 

Se aproxime da sua comunidade através de eventos

Promover eventos próprios ou fazer parte de eventos grandes da sua comunidade é uma oportunidade para que as pessoas conheçam o trabalho da sua ONG.

É também uma oportunidade de arrecadação extra, já que você pode cobrar ingressos, vender produtos ou experiências.

Marketing digital para ONGs

Já fizemos um post aqui com dicas de marketing digital para pequenos empreendedores, e quase todas elas são aplicáveis para ONGs também, mas, principalmente a dica que demos é: faça tudo que é possível fazer gratuitamente no marketing digital.

Inscreva sua ONG no Google Business, faça um perfil oficial no Facebook, Instagram e outras redes sociais – crie um site, mesmo que seja com um domínio gratuito.

Busque parcerias para oferecer vantagens aos seus doadores

Já pensou em um cartão fidelidade para os seus doadores, do mesmo modo que empresas oferecem quando têm um cliente que compra muito?

Para não gastar com esse programa de fidelidade, procure parceiros que podem patrocinar esse programa. Você pode oferecer descontos em estabelecimentos parceiros entre outras vantagens em continuar contribuindo com doações. 

Ofereça a recorrência de pagamentos no boleto e cartão de crédito

Pode ser que seus doadores esqueçam de voltar a doar por causa da correria do trabalho, falta de tempo etc. Então, facilite a parte dolorida dessa relação, que é o pagamento.

A JUNO é uma ótima solução para ONGs, pois ela reduz o tempo gasto na sua área financeira. Nós automatizamos todo o processo de arquivos de remessa, retorno e negociação com os bancos. 

Oferecendo mais métodos de pagamento, com cobranças por boleto ou cartão de crédito, seu doador tem a opção de escolher qual é mais conveniente para ele. Com a opção de recorrência, você pode programar uma cobrança para se repetir todo mês, e a pessoa recebe lembretes automáticos de vencimento. 

As taxas da JUNO são acessíveis e você só paga na hora de receber o dinheiro, não tem taxa para emissão, cancelamento ou segunda via. Entre em contato com o nosso time comercial para saber mais das taxas especiais para ONGs.

Eduque para conseguir espalhar a causa

Quanto mais conhecimento as pessoas têm sobre a sua causa que a sua ONG defende, fica mais fácil para que elas se tornem defensores.

Procure transmitir na sua comunicação porque sua causa é importante, dados que mostram o problema a ser resolvido, impacto das doações, projetos que estão sendo executados e os resultados alcançados.

Uma outra maneira de mostrar que o dinheiro das doações está sendo bem aplicado é mostrar novas soluções que procurem não somente apagar incêndios, mas evitar que as pessoas fiquem dependentes da sua organização para sempre.

Claro que o trabalho é contínuo, mas isso não quer dizer que ele não deva sempre evoluir e se tornar mais eficiente. Peça a colaboração de ideias dos seus doadores para que eles se sintam ainda mais parte da solução.