Entenda porque a tecnologia da Juno é segura

Foto de Tatiana Michaud
Por Tatiana Michaud
6 min de leitura
20/05/2020

Em junho de 2020, a Juno passou a ser uma empresa certificada em PCI DSS, uma das certificações de segurança mais importantes do mundo. Saiba o que isso significa e entenda porque a tecnologia da Juno é segura!

Segurança da Informação é assunto sério aqui na Juno! Desde de maio de 2020, passamos a ser uma empresa certificada em PCI DSS, uma das principais certificações de segurança do mundo. 

Também conhecido como PCI Compliance, o PCI DSS é uma certificação é necessária para empresas que processam, armazenam e transmitem dados de cartões pela internet, e é exigida justamente para garantir a segurança desses dados. 

Essa conquista levou mais ou menos um ano para ser alcançada na história da Juno, e se tornou uma realidade por conta da aplicação de vários treinamentos com foco em Segurança da Informação e cumprimento de políticas e normas por parte de toda a nossa equipe. “Nossa área tem um viés mais cultural, não somente tecnológico, ou seja, na Juno nós somos focados no treinamento das pessoas, temos os controles tecnológicos necessários, mas apostamos na conscientização.”, explica Adriano Pereira, Coordenador de Segurança da Informação e Infraestrutura Cloud da Juno.

Para que a PCI Compliance seja concedida a um negócio, o que possibilita que o mesmo atue com pagamentos online, é preciso que algumas condições básicas de segurança sejam cumpridas. São doze requisitos de segurança enumerados pela certificação, que ficam divididos entre seis objetivos maiores:

  • Contar com uma rede completamente segura para o processamento das transações financeiras; 
  • Proteger informações de titulares de cartões; 
  • Manter o sistema protegido contra hackers; 
  • Manter o controle de acesso por meio de medidas rígidas de proteção, além de testar e monitorar as redes frequentemente; 
  • Estabelecer uma política de segurança. 

Leia também: 4 razões para se pensar em PCI Compliance

A atualização constante de todas as políticas de segurança e juntamente com a implementação de treinamentos dos colaboradores são os principais fatores para manter a certificação sempre ativa. “A partir do momento em que recebemos nosso certificado, ele é válido por um ano, ou seja, temos de estar sempre atualizando nossos controles para garantir a nossa segurança e também a segurança dos dados dos nossos clientes”, explica Adriano.

Contar com a tão almejada segurança em meios de pagamento online vai muito além de um sistema antifraude ou ferramenta de validação de cadastros. “Essa certificação comprova todo o comprometimento da Juno com a Segurança das Informações financeiras dos nossos clientes, certifica que nossos controles de Segurança da Informação são maduros e aptos a garantir o sigilo e o correto tratamento dos dados de nossos clientes”, conclui o Coordenador de Segurança da Informação e Infraestrutura Cloud da Juno.

Segurança imagem descritiva

Saiba como a Juno garante a segurança das transações

Questionar se o dinheiro do seu negócio está em segurança é essencial. Aqui na Juno, um dos nossos principais compromissos é o de assegurar que todas as suas transações sejam completamente seguras. Para isso, disponibilizamos de um time de Risco e Compliance, que atuam na segurança das transações financeiras dos nossos clientes e também dos clientes dos nossos clientes.

Como garantimos a segurança da nossa plataforma de cobranças?

Para garantir a segurança das transações, o primeiro passo está logo no cadastro e também nas primeiras emissões de cobrança do seu negócio, pois é a partir da análise desses dois fatores que é possível entender o perfil de movimentação financeira do seu negócio. Aqui na Juno você pode criar cobranças tanto como pessoa física quanto como pessoa jurídica. Entenda como isso afeta a relação de documentos solicitados na etapa cadastral da sua Conta Juno:

  • CPF: documento com foto frente e verso, e uma selfie sua segurando esse mesmo documento com o lado da foto virado para a câmera;
  • CNPJ: documento de um dos sócios da sua empresa também com foto frente e verso, e uma selfie dessa mesma pessoa segurando esse documento;
  • Associação: frente e verso do documento e selfie de um dos seguintes colaboradores: presidente, vice-presidente ou diretor financeiro.

Quando o cadastro for por meio de um CNPJ, além dos documentos listados acima, também é necessário enviar o documento da empresa assinado e reconhecido em cartório:

  • MEI: Certificado MEI (pode ser na versão eletrônica);
  • ME: Requerimento de Empresário;
  • EIRELI: Contrato Social de Empresa Única;
  • LTDA: Contrato Social;
  • ASSOCIAÇÃO: Estatuto Social e Ata de Eleição atualizada.

Por que documentos adicionais podem ser solicitados depois?

Existe a possibilidade da nossa equipe entrar em contato posteriormente ao seu cadastro para solicitar documentos complementares. Isso acontece para garantir que determinada movimentação financeira em sua Conta Juno é segura. Mesmo após o cadastro ter sido finalizado, nosso time continua atento para avaliar todas as transações realizadas em nossa plataforma. Isso garante que a sua conta continue segura.


Habilite o Token Juno e deixe a sua conta ainda mais segura

Para garantir ainda mais segurança para a sua Conta Juno, você deve habilitar o Token Juno, que é um dispositivo de segurança desenvolvido para assegurar que terceiros não façam movimentações na sua conta sem o seu consentimento. Confira como habilitá-lo nesse passo a passo completo

Leia também: Como garantir a segurança dos dados financeiros dos seus clientes

Hábitos que ajudam a manter a segurança

1 – Atualize o seu cadastro constantemente

Toda vez que algum dado cadastral seu for alterado, como o telefone da sua empresa por exemplo, é fundamental atualizar essa informação na sua Conta Juno para garantir que a nossa equipe possa entrar em contato caso aconteça alguma atividade fora do padrão na sua conta.

2 – Preencha os dados corretamente

Na hora de criar uma cobrança, siga todas as orientações de preenchimento de dados e informações que a a nossa plataforma sugere, se certificando de que os dados do seu cliente, por exemplo, estão todos corretos. O mesmo vale para o valor da cobrança e descrição do produto que está sem vendido.

3- Anexe documentos que comprovem a veracidade da fatura

Outra maneira de garantir ainda mais segurança é anexar a nota fiscal do produto ou contrato de serviço na cobrança. Com a ajuda desses documentos oficiais, é possível comprovar que está tudo certo com a sua transação.

Se mesmo com esses cuidados a nossa equipe ainda entrar em contato, lembre-se que fazemos isso pela segurança. Como lidamos com dinheiro, precisamos seguir algumas normas estabelecidas para proteger tanto você quanto seus clientes.

Quer continuar essa conversa? Fale com a gente pelas nossas redes sociais @tamojuno 🤟



Veja também: