PMEs

EIRELI: o que é e quem pode adotar?

Você sabe o que é uma empresa EIRELI? Vale a pena para seu negócio? Sim? Não? No post de hoje te explicamos direitinho sobre essa classificação. Confira! 🙂

Por Time Juno
Eireli_o_que_e_e_quem_pode_adotar
Tempo de leitura: 2 minutos

Na hora de abrir o próprio negócio, a prática mais comum é ser um Microempreendedor Individual, que garante benefícios (que já explicamos por aqui) e é ideal para quem não possui um faturamento alto ou não precisa de um grande número de funcionários. Mas o que fazer quando a sua empresa têm um crescimento rápido, precisa de uma equipe completa e mais capital? A melhor saída é optar por uma EIRELI.

O que é EIRELI?

A Empresa Individual de Responsabilidade Limitada (EIRELI) é uma categoria empresarial em que o empreendimento é formado por um único sócio-proprietário. Ela exige capital social equivalente a, no mínimo, 100 vezes o salário mínimo atual. Hoje, por exemplo, o valor está perto de R$ 95 mil.

Por que ela surgiu?

Desde que foi criada, em 2011, a EIRELI ajuda a separar os patrimônios profissionais e particulares do empreendedor. Ela faz com que a empresa seja a única fonte para quitar possíveis dívidas.

Isso garante segurança para os bens pessoais e renda do empresário, além de acabar com a prática de sócio “fictício” – feita por pessoas que não se enquadravam como MEI e não queriam ter um parceiro na administração do negócio, mas, ainda assim, pretendiam montar sua empresa.

Quem pode adotar?

O formato é válido para diferentes ramos de atividade econômica, seja na área de serviços, indústria ou comércio. São profissionais liberais e modelos de negócio que faturam até R$ 360 mil por ano (no caso das microempresas), ou entre R$ 360 mil e R$ 3,6 milhões (no caso das empresas de pequeno porte).

Elas podem ter mais de um funcionário fixo. Quem já tem uma empresa em Sociedade Limitada também pode transformá-la em EIRELI sem precisar fechar o contrato. Isso, desde que apenas um dos sócios fique responsável e as regras sejam adequadas (incluindo o valor do capital social, alteração do nome e modificação dos documentos para o formato de ato constitutivo).

O que a EIRELI permite?

Permite ao empreendedor aderir ao Simples Nacional e adotar um regime tributário simplificado. Além disso, pode prestar serviços a órgãos públicos, participar de licitações, abrir filiais, ter uma escritura. Também pode ingressar na Lei de Falências e contratar uma equipe fixa. Você vai poder oferecer serviços como qualquer outra empresa – inclusive, vai poder acompanhar pagamentos e histórico de clientes com as opções oferecidas pela Juno.

EIRELI ou MEI?

A principal diferença está na separação do patrimônio. Enquanto o MEI só pode faturar até R$ 81 mil anual, o empresário em regime de EIRELI pode ter um valor maior de faturamento e, ainda assim, garantir seus benefícios.

A EIRELI ainda oferece responsabilidade limitada e sua única desvantagem em relação ao MEI é a necessidade de um valor mínimo no capital social.

Qual é o processo para abrir uma EIRELI?

Você vai precisar elaborar um documento de constituição para a Junta Comercial. Assim como, inscrições em outros órgãos, como a Secretaria de Fazenda do Estado e a Prefeitura Municipal.

O cadastro deve ser feito com o CNPJ em mãos e o nome da empresa. O mesmo deve ter, obrigatoriamente, a expressão “EIRELI” depois da firma ou denominação social.

Com a Juno você, que é proprietário da EIRILI, pode emitir cobranças por boleto bancário ou cartão de crédito mesmo que não tenha uma conta habilitada para tanto e ainda receber na sua conta pessoal! Faça seu cadastro na Juno.