Materiais gratuitos

Aprenda a diminuir os gastos da sua empresa

Como diminuir os gastos da minha empresa?! Quem trabalha com prestação de serviços sabe que nem sempre é possível calcular alguns custos (como emergências, por exemplo). Prever a quantidade de clientes que atenderá em um mês, então, às vezes é tarefa impossível. Por conta disso, é preciso cuidar melhor do fluxo de caixa, aplicar corretamente […]

Por lais
Aprenda_a_diminuir_os_gastos_da_sua_empresa
Tempo de leitura: 3 minutos

Como diminuir os gastos da minha empresa?! Quem trabalha com prestação de serviços sabe que nem sempre é possível calcular alguns custos (como emergências, por exemplo). Prever a quantidade de clientes que atenderá em um mês, então, às vezes é tarefa impossível. Por conta disso, é preciso cuidar melhor do fluxo de caixa, aplicar corretamente a verba e pensar em soluções que reduzam os gastos. Assim, você sempre pode ter lucro e uma margem para imprevistos e possa fazer seu empreendimento crescer. 🙂

Como diminuir os gastos da sua empresa

Mude o local de trabalho

As salas comerciais podem ser caras. Além disso, podem exigir contratos por um longo prazo e até mudar valores de acordo com o número de pessoas que usam o ambiente. Então, em vez de manter o aluguel de um ambiente como esse, considere trabalhar em espaços de coworking. É uma boa opção para quem gosta de manter a equipe próxima. Você pode optar também pelo home office, que evita os gastos com espaço. Lembre-se: trabalhar em casa exige muita disciplina em relação à produtividade.

Revise a CNAE

A CNAE, Classificação Nacional de Atividades Econômicas, padroniza e regulariza as atividades de quem trabalha com serviços e bens de consumo. Para reduzir alguns custos dentro da sua empresa, vale entender essa classificação. Você pode consultar qual código e denominação aparecem na nota fiscal e verificar o valor dos impostos pagos. Assim, você pode ter certeza de que o seu negócio não se encaixa em categorias com taxas menores. Outra opção é avaliar o formato da sua empresa e, dependendo do lucro obtido com os negócios, alterar o regime para MEI.

Fique atento aos prazos

O atraso no pagamento de contas causa estresse e gastos desnecessários para o seu negócio. Afinal, gera juros, multas e, em alguns casos, da necessidade de ir até um banco para quitar a dívida. Preste atenção, principalmente, na data de vencimento dos impostos, que costumam ter juros altos. Dependendo da sua área de atuação, estes juros podem levar você à uma lista de inadimplência. Fique atento, pois essa listagem também pode excluir sua empresa de uma concorrência pública devido aos valores não pagos.

Mantenha seus clientes fidelizados

Manter os clientes antigos próximos da sua empresa é fundamental, já que realizar pesquisas, prospecções e ações de comunicação para conseguir novos contatos pode custar até 5 vezes mais do que um trabalho de fidelização. Para diminuir os gastos, ofereça um bom serviço, tenha um atendimento de primeira, envie e-mails de pós-venda e fique, nas redes, sempre próximo das empresas ou pessoas que utilizam seu serviço.

Pague apenas por ferramentas que realmente usa

Outra maneira de reduzir as despesas do seu negócio é avaliar os aplicativos e ferramentas que você comprou. Serviços para enviar e-mails e newsletters, armazenar arquivos, organizar planilhas ou acompanhar o andamento dos projetos, em geral, são cobradas no débito automático ou em seu cartão de crédito – e você nem chega a perceber o valor que está gastando. Mantenha as versões pagas dos softwares e recursos realmente essenciais para o negócio, e opte por versões gratuitas (ou mais baratas) de determinados serviços.

Reduza as taxas e custos nas cobranças

Ao realizar cobranças, escolha ferramentas que oferecem mais facilidade e, principalmente, não trabalham com juros altos. Na JUNO, você tem as taxas mais baixas do mercado, além de deixar seu empreendimento mais profissional, entregar boletos personalizados e organizar corretamente as finanças
Com as cobranças em dia e sem preocupações com taxas, fica mais fácil diminuir os gastos, sem que isso prejudique o andamento dos projetos. Dessa forma, você consegue organizar melhor os investimentos, dá mais atenção ao desenvolvimento do seu negócio e consegue oferecer um serviço de qualidade, sem deixar a empresa no vermelho.