Materiais gratuitos

Como destacar o seu ERP em um mercado competitivo

O que fazer para que o ERP se destaque no mercado e seja uma das primeiras soluções na mente do cliente que deseja gerenciar sua empresa? Separamos algumas áreas que precisam da sua atenção para o sucesso do software. Confira!

Por lais
Como_destacar_o_seu_ERP_em_um_mercado_competitivo
Tempo de leitura: 4 minutos

Criar um ERP de qualidade não é tarefa fácil. Para desenvolver uma solução para os consumidores é preciso investir muito tempo e dinheiro na criação de um software. Você, que tem um Enterprise Resource Planning, sabe disso melhor do que ninguém.

Mas o que fazer para que o ERP se destaque no mercado e seja uma das primeiras soluções na mente do cliente que deseja gerenciar sua empresa?
A solução é ter algumas características específicas para diferenciar o seu ERP no segmento. A seguir, separamos algumas áreas que precisam da sua atenção para o sucesso do software. Confira!

Que características o seu ERP deve ter para se destacar no mercado

Ser focado em uma vertical específica

Não tente agradar todo mundo. Para que o seu ERP se destaque no mercado, ele deve suprir a fundo as necessidades de um grupo específico de pessoas. O seu objetivo é atender escolas? Então faça uma imersão na vida dos gestores das instituições de ensino. Entenda quais são as suas principais dificuldades, crie jornadas do usuário e realize muitas entrevistas.
Quando entender exatamente quais são as principais dores desses clientes, comece a desenhar uma solução que funciona para eles. Não tente com uma mesma solução agradar vários grupos. Foque num nicho e trabalhe para se tornar a primeira empresa que surge na mente dos clientes quando eles percebem que têm um determinado problema.
Focar num nicho específico também vai facilitar o seu processo de marketing e vendas. É muito mais fácil se comunicar com um grupo quando você entende a fundo as suas necessidades.
Invista em conteúdos de qualidade que auxiliem esse potencial cliente e comunique-se frequentemente com os consumidores. Esteja atento às possíveis novas demandas que ele tenha e esteja pronto para propor soluções.

Componentização

Ao se aprofundar num nicho específico você vai ver: o seu cliente espera que o ERP resolva diversas demandas. Acontece que desenvolver todas essas soluções dentro de casa é impossível e eventualmente não faz nem sentido.
Uma maneira de se destacar no mercado entregando soluções específicas para cada cliente, porém sem gastar tempo e dinheiro em desenvolvimento, é por meio da componentização.
A Uber utiliza APIs de terceiros para fazer com que os mapas funcionem adequadamente no aplicativo. Se uma empresa do tamanho da Uber entende que não há a necessidade de desenvolver alguns componentes em casa, por que você pretende fazer isso? Faça com que o seu ERP fique ainda mais competitivo adotando aplicações desenvolvidas por outras empresas.
Você pode até oferecer numa determinada página do seu ERP algumas APIs que devem ser “plugadas” no seu software. Por exemplo: em vez de criar uma solução de pagamentos internamente, adote a JUNO para emitir os seus boletos. O seu consumidor não fica nem sabendo que esse serviço está sendo feito por uma outra companhia, pois é uma solução white label. 
Isso vale para outras áreas também. Para cada problema que você pensar, alguém já deve ter criado uma solução via API para te ajudar no seu ERP.
destaque seu ERP em um mercado competitivo

Ser aberto para outras ferramentas

É importante você entender quais são os pontos fortes do seu ERP e focar apenas neles. Assim como no tópico anterior, conte com o auxílio de outras empresas para solucionar áreas que não são o seu foco principal.
Por exemplo: algumas empresas que desenvolvem Enterprise Resource Planning acham que é interessante oferecer um CRM próprio. Na hora de entrar em contato com um potencial cliente, vendem o tal CRM como um diferencial. O consumidor testa a solução e se frustra, porque ela não atende às suas expectativas.
Para se destacar no mercado, seja aberto para outras ferramentas. Dê a chance do consumidor realizar integrações com soluções especializadas, como o Salesforce ou então ferramentas de BI e RH em geral, por exemplo.
Entenda que isso não vai enfraquecer o seu ERP. Na verdade, vai agradar ainda mais o consumidor, que te enxerga como um aliado, não alienador.

Time to market (TTM)

Time to market diz respeito ao tempo que se leva para que um produto chegue até o consumidor, da sua concepção até a entrega final. No mercado competitivo dos ERPs, é fundamental que a sua solução chegue até os clientes num tempo hábil. Porém, lembre-se sempre de que a entrega deve ser excelente. Para isso, você deve:

a) Entender o consumidor

A primeira coisa que deve ser feita para garantir que a solução seja entregue dentro do período adequado é entender quem é o seu consumidor e o que ele realmente espera do seu ERP. Dessa maneira, você pode criar um roadmap de todas as ações que devem ser realizadas.

b) Criar workflows

Uma maneira de diminuir o TTM é criando workflows efetivos, que englobam todos os envolvidos na criação do produto. Esse fluxo de trabalho deve conciliar atividades desde os integrantes da área de produto até o time de marketing.
Crie metas de entregas e acompanhe os resultados de todos os integrantes, para garantir que o lançamento seja feito dentro do tempo previsto e entregando o que o consumidor deseja.

c) Automatizar os processos

Para garantir um gerenciamento efetivo, conte com o apoio de ferramentas de automatização de processos. Elas te ajudam a manter todos os integrantes do time alinhados e te liberam da responsabilidade de precisar fazer follow-ups constantes para saber como está o desenvolvimento da solução.

Leia também: Como criar uma estratégia go-to-market para o seu ERP.

Implementação de qualidade

Quando um consumidor não entende a fundo uma solução, costuma se afastar dela ou até tornar-se um detrator dentro da empresa. Para garantir que o seu ERP não apenas se destaque no mercado, mas seja um aliado dos consumidores diretos, é fundamental contar com um processo de educação de novos clientes.

Para que a implementação funcione bem, crie muitos materiais de apoio, que sanem as dúvidas do consumidor. Esses conteúdos podem ser em formatos de texto, vídeos ou então aulas online. Dependendo do tamanho do cliente, pode até valer a pena contar com um processo de integração presencial.

Depois da implementação em si, conte com um time de apoio online ao consumidor. Caso ele tenha alguma dúvida, pode entrar em contato com essa figura. São esses pequenos detalhes que fazem com que o seu cliente crie um vínculo ainda maior com a sua companhia.

Além dessas características específicas, vale lembrar que o seu ERP deve estar constantemente se adaptando às necessidades do consumidor. Para isso, acompanhe de perto as novidades e a rotina dos clientes. Para se destacar no mercado e manter a competitividade, é fundamental prever para onde caminha o segmento. Dessa maneira, você estará sempre alguns passos à frente dos concorrentes. 😎