E-commerce

Conheça os principais motivos de abandono de carrinho de compras

O abandono do carrinho de compras pode ser um verdadeiro pesadelo para o fluxo de vendas de um e-commerce. Para conseguir reverter esse cenário, é fundamental entender as razões pelas quais os clientes desistem de uma compra e então preparar um plano de ação de recuperação de carrinho. Saiba mais!

Carrinho imagem descritiva
Tempo de leitura: 5 minutos

Por mais bem estruturada que uma loja virtual possa estar, a taxa de abandono de carrinho é um do principais problemas enfrentados por esse tipo de negócio. Um levantamento realizado em 2017 pela ABComm (Associação Brasileira de Comércio Eletrônico), apontou que a média dessa taxa foi de 82% no Brasil.

Em termos gerais, o estudo mostra que a taxa de abandono de carrinho no e-commerce fica praticamente empatada com o índice de compras efetivadas. O abandono de carrinho, no universo das lojas virtuais, significa a desistência de uma compra por parte do cliente, depois de ele já ter escolhido um ou mais itens.

A métrica de abandono de carrinho é calculada pela quantidade de clientes que efetuam o processo de compra, dividido pelo número de visitantes que não concluem a aquisição.

Os motivos para um consumidor abandonar o carrinho de compras em um e-commerce podem ser inúmeros, e é importante entendê-los justamente para pensar em estratégias assertivas para reduzir essa taxa na sua loja virtual. 

Entenda as principais razões pelas quais os clientes desistem de uma compra e quais são as formas de reverter esse cenário no seu e-commerce.

Carrinho imagem descritiva

Principais causas de abandono de carrinho

Valor do frete

O frete é sem dúvida um dos grandes vilões do e-commerce. Muitas vezes, o cliente já incluiu a mercadoria no carrinho e está pronto para fechar a compra, mas o valor alto da entrega acaba fazendo com que o carrinho seja abandonado. Em alguns caso, o valor do frete chega a custar o dobro do preço do produto a ser comprado. 

Uma boa estratégia para garantir valores mais acessíveis de entrega é estabelecer parcerias com transportadoras, criar seu próprio mecanismo de entregas ou ainda contar com os Correios.

Prazo de entrega

Se o valor do frete pode ser motivo de abandono de carrinho, o tempo de espera para uma compra chegar é determinante nesse cenário. A pessoa que compra online quer tudo o mais rápido possível e prazos longos só são aceitáveis para compras internacionais para esse perfil de público. 

Ainda assim, muitas lojas virtuais efetuam vendas de produtos que não estão em estoque naquele momento, o que impacta diretamente no tempo de entrega. 

O ideal é disponibilizar na sua loja apenas mercadorias disponíveis, que podem ser enviadas no menor tempo possível. Se o seu negócio seguir um ritmo de produção artesanal, com pedidos sob demanda, é preciso informar ao consumidor que os pedidos são feitos sob encomenda e que o prazo de fabricação e envio é de tantos dias.

Preço do produto

Não é novidade para ninguém que o preço é um fator determinante para compras de um modo geral. Isso ganha ainda mais relevância em lojas virtuais, pois o cliente tende a pesquisar com mais facilidade o valor do produto ou serviço que está buscando. Se a sua loja não oferecer um preço competitivo, isso pode se tornar um motivo para abandono de carrinho. 

Para evitar esse cenário, esteja atento aos preços praticados pela concorrência e ofereça valores que seus consumidores estejam dispostos a pagar, sem desvalorizar o produto ou prejudicar a lucratividade do negócio.

Cadastro

Ainda que a etapa do cadastro seja essencial para o fluxo da compra, e com a possibilidade de salvar os dados do cliente para compras futuras, formulários muito extensos acabam com todo o senso de comodidade e agilidade que compras online proporcionam.

O perfil do consumidor online é movido pela experiência da compra, além de apresentar uma característica on demand, de querer comprar naquele mesmo instante. Cadastros muito longos travam esse processo. 

Para compras no boleto bancário, por exemplo, são necessários apenas dados básicos do cliente. Se o seu e-commerce contar com um intermediador de pagamentos, como a Juno, esse processo é ainda mais descomplicado, pois as informações sobre seus clientes e cobranças ficam concentradas em uma mesma plataforma, o que simplifica a etapa de cadastro.

Opções de pagamento

Ao buscar produtos e serviços online, o consumidor quer praticidade em todos os sentidos. Dentro dessa lógica, ele busca lojas que facilitem a sua vida especialmente na hora de pagar pelos itens que adquiriu, com meios de pagamento que caibam no seu bolso.

Na Juno, você pode emitir as suas cobranças, à vista e recorrentes, tanto por boleto quanto por cartão de crédito, com taxas atrativas para o seu negócio. 

Leia também: Conheça os meios de pagamento mais usados no e-commerce

Navegação

O site da sua loja virtual faz parte da experiência de compra e problemas de navegação, como lentidão, falta de informações e páginas com erro podem provocar a desistência por parte do cliente. 

É importante pensar no site do seu e-commerce como a vitrine de uma loja física e como tal, todos os elementos precisam ser funcionais, práticos e ajudar na conversão de vendas. Para isso, invista no desenvolvimento do site e otimize seu desempenho.

Indecisão

Assim como no comércio tradicional, o consumidor online em sua maioria efetua compras por impulso. No e-commerce, o cliente incluir um ou mais itens no carrinho e quase fechar a compra, desistindo na última etapa da jornada é um cenário comum. 

Alguns fatores que já citamos aqui, como valor total do produto somado ao frete, podem fazer com que o consumidor mude de ideia antes de efetuar a compra de fato. Isso não impede que você coloque em prática estratégias para recuperar essa venda, ao enviar informações que ajudem o cliente a tomar a decisão de compra. Vale disponibilizar reviews, comparativos, descrições e, quem sabe, até um cupom de desconto como incentivo.

Como calcular a taxa de abandono

Para determinar a taxa percentual de abandono de carrinho em seu e-commerce, é preciso dividir o número de compras efetuadas, pela quantidade de carrinhos criados, e então subtrair o resultado por 1 e multiplicar este valor por 100. 

Vamos supor que em um mês, a sua loja teve 60 compras efetuadas e 180 carrinhos criados. A conta para determinar a taxa de abandono de carrinho nesse período vai ser:

60/180 = 0,33

1 – 0,33 = 0,67

0,67 x 100 = 67% de taxa de abandono de carrinho

Vale lembrar que esse cálculo vale apenas para itens adicionados no carrinho com compras não efetuadas em contrapartida. Muitos e-commerces consideram essa taxa somente quando o consumidor interrompe o processo da compra na página de checkout da loja virtual, ou seja, na última etapa da jornada de compra.

Outra forma de obter o índice de abandono de carrinho é pelo Google Analytics, permitindo que você acompanhe cada etapa do seu funil de vendas.

Estratégias para reverter o abandono de carrinho

Além de reverter o cenário de abandono de carrinho no momento da jornada de compra, no próprio ambiente da loja, como exemplificamos neste artigo, existe uma série de estratégias para recuperar uma desistência, saiba como elas funcionam: 

E-mail marketing 

Para clientes que completaram o cadastro da sua loja, o e-mail marketing é uma ótima forma de ajudar a lembrar que existem itens esperando no carrinho. É possível programar mensagens personalizadas para cada cliente, dessa forma a comunicação aproxima o usuário da sua marca. 

Esse tipo de estratégia também estimula o consumidor a acessar sua loja virtual e realizar mais compras.

Remarketing

A estratégia de remarketing funciona a partir de cookies com o objetivo de replicar anúncios personalizados da sua loja virtual em vários sites, de acordo com os interesses dos clientes.

É possível direcionar anúncios específicos para o cliente sobre os produtos que ele deixou no carrinho abandonado, ajudando dessa forma a lembrá-lo de finalizar a sua compra.  

Carrinho salvo

Essa estratégia permite que os produtos adicionados ao carrinho não sejam perdidos, mesmo que o cliente saia do site sem ter feito login. Ao voltar para sua loja virtual, ele não vai precisar adicionar os produtos novamente.

Se o seu público acessa a sua loja via mobile, por exemplo, essa pode ser uma ótima estratégia para recuperar o carrinho, pois é muito comum fechar os aplicativos e esquecer da compra.

A conversão de vendas online é um processo complexo, que exige estratégias específicas para um público que busca agilidade e praticidade. Nesse sentido, a recuperação do carrinho de compras é uma ótima forma de impulsionar as vendas da sua loja virtual, além de ajudar na fidelização de clientes.

Quer continuar essa conversa? Fale com a gente pelas nossas redes sociais @tamojuno 🤟