ERPs

Como um ERP pode ajudar o seu escritório?

O sistema de gestão integrado, o famoso ERP, concentra uma série de informações corporativas capazes de gerar importantes análises para um negócio. Saiba como esse tipo de sistema pode otimizar a produtividade de uma empresa e aumentar sua lucratividade!

ERP imagem descritiva
Tempo de leitura: 4 minutos

Aumentar a eficiência de um negócio é um dos principais objetivos no meio empresarial e a estratégia-chave para garantir que isso aconteça 

e apostar em uma gestão cada vez mais descomplicada. 

No entanto, pensar em simplificar a forma como a banda toca em uma empresa pode parecer um grande desafio, justamente pela sua quantidade de processos internos e externos e diferentes áreas que fazem o negócio acontecer.

É justamente nessa rotina atribulada que entra o papel de um sistema de gestão, também conhecido como ERP. Esse tipo de software é capaz de integrar diferentes setores da empresa e coletar dados que possibilitam análises e diagnósticos sobre o negócio.

O resultado dessa integração e concentração de informações sobre a empresa é uma otimização de processos e até mesmo economia de recursos para o negócio. Mas essas são apenas algumas das soluções que um ERP pode trazer para a sua empresa. Confira como funciona essa tecnologia e conheça tudo que ela pode fazer pelo seu negócio!

ERP imagem descritiva

O que é um ERP, afinal?

Sigla para a expressão em inglês Enterprise Resource Planning, o ERP também é conhecido como sistema de gestão integrado. Essa tecnologia tem o papel de otimizar os processos internos da empresa, além de possibilitar a integração de diferentes setores do negócio, como:

  • Recursos humanos;
  • Financeiro
  • Gerenciamento de projetos;
  • Produção;
  • Estoque;
  • Vendas;
  • Faturamento.

O ERP concentra informações relevantes sobre a empresa em uma plataforma única, tornando esse fluxo de dados corporativos muito mais fluido e de fácil compartilhamento. Esse sistema também evita que as informações coletadas sejam duplicadas.

Os dados levantados pelo ERP permitem uma série de análises sobre o negócio. A partir disso, é possível identificar, por exemplo, os pontos de melhoria para aumentar a produtividade da equipe e reduzir custos da empresa.

Em outras palavras, o sistema de gestão integrado promove a comunicação entre as diversas áreas de uma empresa, melhorando o fluxo dos processos internos e, consequentemente, alavancando o crescimento do negócio como um todo. 

Leia também: Como tornar o seu ERP mais completo?

Como surgiu o ERP?

O conceito de gestão corporativa e tecnológica não vem de hoje. Na verdade, sua história começou na década de 1950, nos Estados Unidos. Mas era algo pouco acessível, por conta do seu alto custo, além da automação ser muito lenta na época. 

20 anos mais tarde, no começo da década de 1970, o jogo virou pra valer! A expansão econômica do país colaborou para uma grande disseminação de sistemas e isso levou à criação do MRP (Material Requirement Planning), que já era o antecessor do ERP.

Mas foi na década de 1990, em que o ERP finalmente foi aperfeiçoado, ganhou força e passou a ser popularizado. Isso foi possível, principalmente, pela evolução das redes de comunicação entre computadores.

Hoje, como sabemos muito bem, o sistema peça-chave para a eficiência de negócios de todos os tamanhos. Foram mais de 40 anos de evolução para que o ERP se tornasse o sistema que conhecemos hoje, isso mostra que é essencial estarmos sempre de olho em como podemos melhorar o que já é bom. 

Como funciona o sistema de gestão integrado na prática?

Além do conceito de que um ERP pode aumentar a produtividade de um negócio e integrar todas as suas áreas, é fundamental entender de que forma ele pode atuar em uma empresa, a partir dos dados que coleta. Confira alguns exemplos:

Gestão

O ERP vai possibilitar ao gestor uma visão holística da empresa, com informações relevantes sobre todas as áreas, facilitando a comunicação intersetorial, o que torna a gestão do negócio mais ágil e descomplicada. 

O dados que o sistema de gestão integrado entrega são assertivos, o que auxilia na tomada de decisão e aumenta a lucratividade do negócio. Outro ponto positivo da comunicação fluida que o ERP proporciona, é a maior autonomia para lideranças nas equipes. Dessa forma, com o fácil compartilhamento de informações que o sistema permite, as diversas áreas da empresa acompanham o ritmo de crescimento do negócio.

Financeiro

Auxilia a administrar a parte de contas a pagar e a receber, acompanhar os pedidos de compras, faturamento e a monitorar as vendas. Outra função importante do software para a área é automatizar os pagamentos dos colaboradores, por exemplo.

Recursos Humanos 

O sistema concentra informações sobre os colaboradores, o que ajuda no processo de gestão de pessoas. Outro aspecto importante é são os dados gerados sobre a produtividade da equipe, que pode auxiliar o gestor da área a pensar na melhor estratégia para otimizar esse processo.

Produção

Um bom exemplo de como o ERP funciona na área de produção de uma empresa, é quando o sistema identifica que uma matéria-prima foi encaminhada para o setor. Dessa forma, o material é extraído do estoque automaticamente e o setor de compras é atualizado.

As vantagens de um ERP para um negócio

Automação

Uma das grandes vantagens que o ERP proporciona é a automação dos processos internos de um negócio. Isso reduz as chances de erro, além otimizar consideravelmente o tempo da equipe.

Além disso, quando o sistema cuida da maior parte das operações, esse processo garante mais segurança e agilidade para a empresa.

Redução de custos 

Ao otimizar os processos internos da empresa e aumentar a produtividade, a partir de uma série de automações, o ERP garante uma redução de custos considerável para o negócio.

Integração de áreas e centralização de informações

O sistema de gestão integrado, com o próprio nome sugere, possibilita a integração do negócio como um todo. Ao centralizar dados corporativos em um sistema único, o ERP permite também a integração das diversas áreas de uma empresa.

Aumento de produtividade

A partir das informações que o ERP entrega ao gestor da empresa, é possível traçar estratégias para o aumento efetivo da produtividade do negócio, tanto por parte das equipes envolvidas quanto por meio das automações que o sistema de gestão integrado proporciona. 

O ERP foi pensado para facilitar a rotina do gestor e dos setores administrativos da empresa. A ideia é melhorar o desempenho do negócio como um todo. 

Dessa forma, contar com o sistema de gestão integrado é uma aposta para descomplicar a gestão da sua empresa e tornar o seu negócio ainda mais rentável. 


Quer continuar essa conversa? Fale com a gente pelas nossas redes sociais @tamojuno 🤟