Meu negócio

Como fazer a gestão de uma empresa de segurança

O mercado de segurança é bastante competitivo e fazer uma boa gestão financeira traz vantagem competitiva para o setor. Confira nossas dicas!

Gestão de uma empresa de segurança imagem descritiva
Tempo de leitura: 4 minutos

O mercado empresas de segurança no Brasil tem mostrado um crescimento considerável nos último anos. Dados levantados pela Abese (Associação Brasileira das Empresas de Sistemas Eletrônicos de Segurança), apontam que existem mais de 26 mil empresas do segmento de segurança eletrônica em atividade no Brasil atualmente. Esse é só um gostinho do tamanho de atuação do mercado de segurança no país. 

O setor apresenta outras áreas de atuação: 

  • Segurança pública
  • Segurança privada
  • Segurança digital
  • Cibersegurança

Leia também: Estratégias de crescimento saudável para sua empresa de segurança

Mercados que apresentam crescimento em todas as suas segmentações, como é o caso da área de segurança, exigem uma gestão empresarial muito estratégica. Separamos dicas que podem ajudar a sua empresa de segurança, confira.

Minha empresa precisa de gestão?

Na prática, a gestão empresarial é o conjunto de ações estratégicas aplicadas a um negócio. Isso significa ter uma visão holística, que passa por todas as áreas da empresa. A partir disso, é possível criar um planejamento, com ações pontuais a curto e a longo prazo, que visam melhorar o tanto o desempenho financeiro do negócio quanto sua abrangência de mercado.

Nesse sentido, vale dizer que todo tipo de empresa precisa de uma gestão muito bem pensada para garantir um crescimento saudável! 😉 

Gestão de uma empresa de segurança imagem descritiva

Como funciona a gestão para empresas de segurança?

Com um mercado em pleno crescimento como o da segurança, pensar em gestão empresarial vai muito além de uma questão de crescimento: aqui é muito mais sobre se manter no topo em um cenário competitivo e uma gestão empresarial bem feita é peça-chave para tornar isso uma realidade. 

Para empresas desse setor, a base da gestão está na área financeira. É nela que o tomador de decisões vai encontrar as melhores estratégias para alcançar resultados ideais. 

A base para esse processo está na área financeira da empresa. É nela que o gestor irá encontrar qual a melhor estratégia – ou até mesmo criá-la – de forma a atingir seus resultados. A chamada gestão financeira tem três finalidades principais:

  • Análise e planejamento financeiro
  • Administração da estruturação de ativos
  • Administração da estrutura financeira

Ao pensar nessa estrutura de análise financeira de uma empresa de segurança é possível traçar um planejamento a curto, médio e longo prazo. Além disso, é possível fazer uma previsão de resultados do negócio ao longo do ano. Para que isso seja possível, é preciso incluir na cultura financeira da empresa o controle de cobranças, processos de faturamento, manutenção do fluxo de caixa e redução de custos.

Independente do segmento de segurança em que a sua empresa esteja inserida, o levantamento de dados é fundamental para entender e analisar a área financeira e identificar onde estão os furos e de que forma resolver os problemas. 

Confira dicas de como fazer a gestão de uma empresa de segurança:

Separe custos da empresa de custos pessoais

Associações voltadas para o setor de segurança apontam que muitas empresas desse mercado são de perfil familiar. Nesses casos, existe um risco de misturar finanças empresariais com pessoais e isso pode gerar rombos no orçamento. Por isso, é importante manter as contas separadas e não misturar gastos.

Essa prática é essencial para manter uma gestão saudável, com as contas em dia e projeção de investimentos. 

Lucros reservados

Não é segredo pra ninguém que o principal objetivo de uma empresa é gerar lucro. Mas é importante que seja aplicado de forma racional, visando gerar estabilidade financeira para o negócio, com a possibilidade de criar uma reserva financeira para possíveis emergências e margem para investimentos. Dessa forma, o gestor não corre o risco de descapitalizar a empresa em um momento de pouco capital.

Custos Fixos

Boa parte do orçamento de uma empresa é destinada aos custos fixos e é por isso que eles representam um papel tão importante no planejamento dentro da gestão financeira de uma empresa. 

Fluxo de caixa

Para manter uma boa gestão financeira é necessário alimentar o fluxo de caixa, pois é dessa forma que sua empresa vai conseguir manter a saúde financeira. O processo pode ser feito em uma planilha ou em um sistema de gestão e deve conter os grupos de despesas e custos, como impostos, folhas de pagamento, combustíveis, etc.

A tecnologia como aliada da gestão financeira

Ufa! Até aqui já são muitos passos para fazer a gestão financeira da sua empresa de segurança da melhor forma e é importante seguir todos eles porque com as finanças do seu negócio é melhor não agir de forma leviana. Existem formas de tornar alguns processos dessa gestão automáticos por meio de tecnologia:

Automatize suas cobranças

A automação de cobranças vai garantir o recebimento de múltiplos clientes, de forma prática, sem que o gestor ou responsável pelo setor de contas a receber da empresa precise desprender um tempo muito grande com essa atividade. 

Gerencie sua carteira de clientes

Uma boa estratégia para diminuir a inadimplência é fazer uma boa gestão da carteira de clientes da sua empresa. Dessa forma, você fica sabendo os clientes inadimplentes e adimplentes e entende onde estão alguns rombos no seu orçamentos. 

Acompanhe relatórios

Algumas ferramentas especializadas entregam relatórios diários que mostram como anda a saúde financeira do seu negócio. Assim fica fácil e prático fazer uma gestão financeira da sua empresa de segurança. 

Gostou das nossas dicas para a gestão de uma empresa de segurança? Deixe um comentário. 🙂