Materiais gratuitos

Como atrair mais doadores para a sua ONG

Quem tem ONG sabe: contar com a ajuda financeira de pessoas da sociedade e de empresas é fundamental para manter a instituição na ativa, ajudando quem precisa. Porém, mesmo com isso em mente, muitas pessoas acham o processo de conseguir dinheiro difícil. Uma autora famosa na área de captação de recursos para o terceiro setor […]

Como_atrair_mais_doadores_para_a_sua_ong
Tempo de leitura: 6 minutos

Quem tem ONG sabe: contar com a ajuda financeira de pessoas da sociedade e de empresas é fundamental para manter a instituição na ativa, ajudando quem precisa. Porém, mesmo com isso em mente, muitas pessoas acham o processo de conseguir dinheiro difícil.
Uma autora famosa na área de captação de recursos para o terceiro setor chamada Joan Flanagan disse certa vez que a melhor maneira de conseguir dinheiro é pedindo. De acordo com ela, todo o conhecimento sobre o assunto pode ser resumido em poucas palavras: peça, agradeça, peça novamente, agradeça novamente e assim por diante.
Porém, como criar ações para que as pessoas tenham mais vontade de ajudar financeiramente uma organização sem fins lucrativos? Como fazer com que elas estejam mais abertas, na hora de pedir dinheiro? Separamos, a seguir, algumas dicas para esse processo. Confira!

Como divulgar a sua ONG

Comunique as suas ações

A primeira dica para atrair doadores para a sua ONG é se comunicar. Fale muito sobre as ações desenvolvidas e aborde com frequência os problemas que você está solucionando. Só a partir do momento que as pessoas tiverem clareza a respeito do que você faz e de que a sua instituição é séria que terão vontade de se envolver.
Existem diversas maneiras de transmitir a sua mensagem para o público. A primeira e mais básica delas é ter um site bem organizado, que compartilha todas as informações sobre a sua ONG. Além de trazer a sua missão, essa página deve contar com uma área com as suas principais notícias do momento, seus resultados, bem como as pessoas e empresas que estão envolvidas na sua instituição. Quando se trata do terceiro setor, é fundamental passar seriedade e resultados.

O que mais posso fazer?

Redes sociais também são um bom canal. Porém, lembre-se de que elas devem ser atualizadas com frequência. Vale compartilhar fotos, vídeos, notícias sobre o tema, materiais informativos.
É muito interessante que você crie uma base de e-mails de pessoas que se interessam pela sua ONG. Para isso, crie botões nas suas redes sociais e site que incentivam o cadastro na sua newsletter. O e-mail é uma excelente ferramenta para chegar até potenciais doadores, portanto invista nessa estratégia.
Quais foram as ações realizadas pela sua instituição nos últimos meses? Crie relatórios semestrais e anuais com todos os resultados obtidos. Compartilhe essa informação nos seus canais e no dos seus parceiros. Para conseguir recursos para a sua ONG é importante mostrar tudo que é feito com o dinheiro recebido.
Você quer que novas pessoas conheçam a sua ONG? Então a assessoria de imprensa é uma boa estratégia para ganhar espaço em canais de comunicação. Atualmente, existe uma série de agências especializadas em ONGs. Procure essas empresas, que entendem as peculiaridades do seu negócio. Se você quiser fazer esse trabalho internamente, pode contar com o Dino, um divulgador de notícias, que compartilha o seu release em uma série de portais de conteúdo de renome.
Essas ações de comunicação fazem com que a sua ONG tenha visibilidade e, consequentemente, atraia mais doadores e parceiros.

Conte com embaixadores que compram a sua causa

Que pessoas com uma boa rede de contatos têm alguma relação com a causa que a sua ONG defende? Identifique esses indivíduos, entre em contato e pergunte se eles poderiam se tornar parceiros da sua ONG. Para escolher essa pessoa, leve em consideração quais são os tipos de conteúdo que ela costuma compartilhar e os círculos sociais que frequenta.
Por exemplo: se a sua instituição tem como objetivo arrecadar dinheiro para a construção de escolas para crianças, procure pessoas que têm filhos, que se relacionam com professores ou pedagogos, etc. Elas estão mais propensas a divulgar o seu trabalho, pois têm um vínculo emocional com a causa.
Você também pode entrar em contato com pessoas que têm blog e que são influentes nas redes sociais. A lógica é a mesma: é mais fácil convencer quem tem algum ponto em comum com a sua instituição do que quem não tem.
Nossa dica é que você procure o apoio de micro-influencers, aqueles que têm uma base de seguidores entre 10 mil e 50 mil. Eles costumam estar mais abertos a esse tipo de propostas do que os influenciadores com muito mais followers. Acredite na gente, essas pessoas estão dispostas a divulgar a sua causa.
como envolver os doadores da sua ONG

Envolva interessados

A sua ONG desenvolve ações ou eventos que precisam de mão de obra externa? Então convide a sua rede de contatos pessoais para essas atividades. Essa é uma maneira de fazer com que mais gente crie um vínculo com a causa. Uma coisa é alguém ouvir falar sobre a sua instituição. Outra, é colocar a mão na massa para atingir o seu objetivo. Além de tirar o projeto do papel com mais facilidade, você ganhará “advogados” para o seu negócio.
Já ouviu falar naquela história de que todos nós estamos separados por apenas seis pessoas? O voluntário da sua causa, pode conhecer uma outra pessoa (que conhece outra, e outra, e assim por diante) que é exatamente quem você precisa. Portanto, envolva os seus conhecidos sem medo!

Aborde potenciais doadores

Você também pode fazer uma busca ativa de potenciais doadores. Para isso, siga a técnica ABC de prospecção(em inglês: access, belief, capacity).

  • Access/ Acesso: você conhece a pessoa que pode doar? É interessante ter alguma conexão mínima com essa pessoa (alguém pode te apresentar para ela!)
  • Belief/ Crença: essa pessoa acredita na sua ideia? Ela tem alguma ligação com a sua causa? Ao ter, a chance da doação acontecer aumenta.
  • Capacity/ Capacidade: esse prospect tem condições financeiras de ajudar? Se a resposta for não, não perca o seu tempo!

Ao conversar com essas pessoas, sempre mostre resultados (sabe aquele relatório de atividades? Então, é ele mesmo!).  

Campanha de doações dedutíveis de impostos

Todo mundo no Brasil quer pagar menos imposto de renda. Uma maneira de fazer isso é fazendo doações para instituições sociais e ONGs! Até 8% do valor doado pode ser abatido do Imposto de Renda. Porém, a maior parte da população não sabe disso. Crie campanhas de conscientização, atraindo mais doadores para o seu projeto.
As pessoas jurídicas também podem fazer doações para ONGs. Para isso, precisam ter resultado no Lucro Real (Simples Nacional, Lucro Arbitrado ou Presumido não se encaixam). Vale lembrar que para receber esse benefício a sua ONG deve se encaixar nas categorias:

  • Projetos culturais e artísticos, com autorização do Ministério da Cultura  
  • Projetos desportivos, com autorização do Ministério do Esporte
  • Fundos dos Direitos da Criança e do Adolescente
  • Fundos dos Idosos
  • Projetos realizados por entidades que sigam o Programa Nacional de Apoio à Atenção Oncológica, autorizados pelo Ministério da Saúde

Para saber mais detalhes sobre como conseguir doação de impostos, acesse este artigo.

Notas Fiscais

Muitas pessoas não colocam o CPF na nota fiscal ao realizarem uma compra. Que tal se esse dinheiro que retornaria para elas fosse direcionado para a sua instituição? Isso é possível! É só cadastrar a sua ONG nos programas do Nota Paraná e Nota Fiscal Paulista.

Facilite o processo de quem deseja doar

Você conseguiu que pessoas prestassem atenção na sua causa e quisessem doar para a sua ONG? Então faça com que esse processo de doação seja o mais fácil possível. Para isso, escolha formas de pagamentos práticas, mas que gerem uma certa “urgência” na pessoa que está dando o dinheiro. Você pode conseguir isso com o boleto bancário, que, por ter uma data de vencimento, faz com que as pessoas fiquem alertas ao pagamento. Para emitir as suas faturas, aposte na JUNO! Saiba mais

Inscreva-se em sites e aplicativos que incentivam a doação

Atualmente, a internet está cheia de marketplaces “do bem”, que destinam parte da venda de seus produtos para instituições. Além disso, existem alguns plugins que podem ser instalados em e-commerces, que seguem essa mesma lógica de doação para ONGs. Inscreva-se nesses programas! Essa é uma forma de conseguir dinheiro facilmente, sem que o seu time precise de muito esforço.
A Welight é um marketplace que destina parte do lucro das compras para ONGs. O Pólen é um plugin que sugere a doação para instituições no momento do check out no e-commerce.

Contrate empresas de captação de recursos financeiros

Além de todas essas ações, que o seu time tem capacidade de executar internamente, a sua ONG pode contar com uma empresa especializada em captação de recursos. Essas instituições costumam ter o contato de muitas corporações de grande porte, que buscam iniciativas alinhadas com os seus valores para apoiar e patrocinar. Em geral, essas empresas ficam com uma porcentagem do valor que arrecadam.
Você quer descobrir quando a sua ONG poderia ganhar se fizesse cobranças recorrentes? Acesse este artigo e confira a calculadora gratuita.